Zombies dos telemóveis com faixa pedonal na China

Sabia que já existem em vários países uma faixa pedonal para evitar que os Zombies dos telemóveis vão contra as pessoas ou contra carros quando atravessam as estradas? Se nunca foi contra ninguém que andava pela rua a enviar mensagens pelo Facebook ou a ver fotografias de alguém, de certeza que já esteve quase a acontecer.

Em termos culturais, cada vez estamos mais ligados aos nossos smartphones e, por vezes, é difícil desviar o olhar, mesmo que por apenas uns segundos.

É evidente que seria ótimo se as pessoas se desligassem um bocadinho dos seus smartphones quando estão longe de casa. Porém é tudo muito bonito na teoria mas no papel, quando menos estamos à espera, lá vamos contra alguém que, à semelhança do que acontece connosco, também estava agarrado ao seu telemóvel.

zombies telemóveis faixa led estrada

Tian ye/Imaginechina por AP

Ora para dar resposta a este problema uma cidade chinesa tem uma inovadora solução que parece ser mais um dos episódios da serie Black Mirror.

De acordo com o jornal The Inquirer foi criada na cidade de Xi’an, na China, uma faixa pedonal especificamente orientada para as pessoas que estão a utilizar os seus smartphones. Assim, se estiver a prestar menos atenção por onde anda e onde andam os outros, corre muito menos perigo de bater contra alguém.

Segundo as dados publicados, a faixa pedonal de Yanta Road tem 100 metros de comprimento e 80 centímetros de largura. Tem também a imagem dum telemóvel e a palavra “CELLPHONES” em letras maiúsculas para que os transeuntes entendam os perigos desse novo trajecto.

Para os cidadãos de Xi’an esta solução é bastante interessante, porém alguns queixam-se que a faixa Zombie fica ao lado dum estacionamento em vez de acompanhar a rua principal. Por outras palavras, é uma experiência interessante, mas certamente não será muito utilizada.

Curiosamente, esta faixa “Zombie”, desenvolvida pela empresa Meixin, foi criada para chamar a nossa atenção para o tempo que gastamos com os nossos telemóveis e acabou por se tornar numa atração turística da região.

Mas afinal o que se tem feito para proteger os Zombies dos Telemóveis?

Novos semáforos no solo no centro da cidade de Melbourne.

Novos semáforos no solo no centro da cidade de Melbourne.

CINGAPURA – As pessoas ocupadas com os seus telemóveis nos cruzamentos pedestres em Cingapura já não têm de olhar para os 2 lados da estrada para saber se podem atravessar. Isto graças às novas tiras de LED embutidas nas calçadas.

As faixas de LED estão na junção da Buyong Road e Orchard Road, perto do Istana; e a Victoria Street cruzando a rua Bugis Junction.

Estão a ser testadas por seis meses antes que a Autoridade de Transportes Terrestres decida implementar a solução noutras passagens.

Os LEDs – visíveis à luz do dia – passarão de verde constante, piscando de verde para vermelho constante, imitando a sequência dos sinais tradicionais dos semáforos das passadeiras.

Além disso, por curiosidade aqui ficam outros quatro lugares ao redor do mundo onde se implementaram medidas criativas para lidar com os zombis dos smartphones:

1. BODEGRAVEN, HOLANDA

zombies telemóveis faixa led estrada

A A cidade holandesa de Bodegraven lançou um programa piloto para colocar semáforos no solo para o benefício de pedestres que estão olhando para seus smartphones enquanto andam.

A cidade holandesa de Bodegraven adotou uma medida incomum de instalação de semáforos no solo, para acomodar pedestres que olham para os ecrãs dos seus smartphones em vez da estrada. Assim já não se preocupam com os veículos que se vão aproximando.

As faixas de luz LED foram instaladas numa interseção, sincronizadas com os sinais de trânsito e alternando entre vermelho ou verde nas faixas de pedestres.

2. AUGSBURG, ALEMANHA

zombies telemóveis faixa led estrada Semáforos de piscamento instalados no passeio em Augsburg, Alemanha.

As autoridades alemãs na cidade de Augsburg, no sul do país, instalaram sinais de trânsito na calçada em cruzamentos em duas estações de comboios.

Isso foi implementado depois que descobriram um sistema semelhante em Colônia.

As luzes a piscar avisam os pedestres sobre o trânsito na estrada, e custaram cerca de € 10.000 cada.

Em resposta a reclamações sobre o alto custo, um porta-voz do serviço municipal de Augsburg, Jurgen Fergg, disse que se justifica tendo em conta que estão a prevenir mais mortes.

3. BANGKOK, TAILÂNDIA

zombies telemóveis faixa led estrada

 

A A primeira “pista de telefonia móvel” da Tailândia para pedestres foi implementada na Universidade Kasetsart, em Bangcoc, para acomodar os alunos atrasados ​​que estão cheios de problemas com os usuários de smartphones quando estão indo para a aula.

O primeiro caminho de pedestres para “utilizadores de telemóveis” surgiu na Universidade Kasetsart (KU) em Bangcoc em 2015, para ajudar a impedir que os estudantes atrasados ​​esbarrassem em utilizadores de smartphones no seu caminho para a aula.

Uma pista de 500 metros foi dividida em duas faixas para separar os utilizadores de telefones dos transeuntes “normais”.

A iniciativa surgiu do Toyota Challenge 2015, que convidou estudantes universitários a apresentar ideias de marketing para resolver problemas no campus.

Foi implementado em caráter experimental até novembro do mesmo ano, em frente ao Edifício Central Nº 1, que possui muito tráfego durante a hora de ponta.

4. CHONGQING, CHINA

Em 21014, a calçada de uma das ruas mais movimentadas de Chongqing foi dividida em duas faixas. Uma para quem utiliza telemóvei enquanto caminhava e outra para não utilizadores.

O percurso na cidade do sudoeste é de 50m de comprimento e 3m de largura, com sinais de aviso pintados de branco no chão.

https://twitter.com/kristenvbrown/status/511760861073928192

A estrada, conhecida como “yangrenjie” ou Rua dos Estrangeiros, é uma atração turística popular conhecida pela falsa arquitetura ocidental e pelo parque de diversões ao redor.

Long Cheng, porta-voz do empreiteiro que surgiu com a idéia, disse que as ruas lembram aos turistas que não devem andar e a utilizar os seus temóveis.

Ainda não há planos para expandir o conceito para o resto da cidade.

 

O que pensa destas medidas para proteger os Zombies dos telemóveis?

post_title
post_excerpt
Editor's Rating:
5
António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
cookies

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.

Estamos a recrutar

Acreditas que podes fazer a diferença na equipa de profissionais do Informatico.pt?
Então escolhe o cargo que pretendes ocupar envia-nos o teu curriculum vitae atualizado em formato PDF.
Acompanhado do teu portefólio e/ou carta de motivação para o email [email protected].
Lembra-te de especificar, no assunto do email, o cargo para o qual te candidatas.
Ou então preenche apenas o formulário a seguir…
recrutar

Formulário DE CANDIDATURA

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato