Teste à dependência das Redes Sociais

“Eu posso desligar a qualquer momento que eu quiser”, pensa você sempre que fecha o seu computador portátil com uma sensação de satisfação. Segundos depois, tira o seu smartphone do bolso e liga a aplicação móvel do Facebook.

Enquanto isso, nem se quer ouve o seu filho a praticar no piano, ou a sua esposa a perguntar o que quer para o jantar. Conforme percorre o seu feed do seu Facebook, a sua vida real torna-se nada mais do que um ruído de fundo.

Há alguns anos atrás, num artigo deste blog já falávamos no vício das redes sociais.

Aliás, vamos aprender a seguir com podemos ou não classificar a utilização do Facebook como um vicio ou não. Mas primeiro, alguns fatos simples.

Como ficamos viciados em redes sociais?

40% dos adultos jovens – e 21% dos adultos em geral – admitem utilizar as redes sociais enquanto estão na casa de banho. Ali+as, aqueles que não o admitem provavelmente estão a mentir. Mas porque será que não podemos ficar longe das redes sociais mais que três minutos?

Vários estudos chegaram à mesma conclusão: as redes sociais podem tornar-se num vício. Estamos neurologicamente preparados para procurar validação, e interações como Facebook Likes e retweets estimulam as áreas de recompensa do nosso cérebro, dando-nos uma dose de dopamina.

As pessoas com dopamina alta obtida através das interações virtuais (incluindo mensagens de texto, e-mails e tweets) podem acabar por gastar mais e mais tempo on-line. De facto há pessoas que já perderam os seus empregos por causa disso. Muitos estudantes universitários acabam por negligenciar os seus estudos. Em alguns casos extremos, houve pais que deixaram os seus filhos morrer enquanto navegavam no Facebook ou no Twitter .

Ninguém gosta de pensar que pode ser um viciado nas redes sociais, mas se a sua vida on-line está a interferir na sua vida real, então está na hora de fazer algumas perguntas difíceis.

Será que consegue realmente passar um dia inteiro sem verificar os seus feeds das suas redes sociais?

Sim, então parabéns, por acaso eu também consigo.

Como sei se estou viciado nas Redes Socias?

Gasta muito tempo nas redes sociais? Então vamos começar com este teste simples.

Clique aqui para ver quanto tempo já perdeu no Facebook . Passei mais de um mês da minha vida no Facebook. Eu não tenho orgulho disso (embora eu não caracterizasse necessariamente todo esse tempo como “desperdiçado”).

social media addiction

Mas não se julgue com muita severidade porque sente uma compulsão para atualizar seu status. Sites como o Facebook são projectados para o “apanhar” . Eles usam gatilhos externos (“notificações”) para atraí-lo para o aplicativo e recompensá-lo com mais notificações quando se envolver. Aliviar o tédio ao abrir o Facebook rapidamente se torna um hábito – e difícil de quebrar!

O vício em Internet tem sido estudado com mais profundidade, mas não há tantos estudos científicos abrangendo especificamente a “dependência da mídia social”. Nos últimos anos, no entanto, nossa fixação social começou a ganhar a atenção dos pesquisadores.

Um estudo de 2014 da Universidade de Albany descobriu que 10 por cento dos alunos de graduação experimentam “uso desordenado de redes sociais”, relatando “fortes desejos ou desejos de navegar [no Facebook], irritabilidade quando o acesso estava fora de alcance e um aumento no uso duração de tempo.”

Até o momento, o vício em internet não foi incluído no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (muito menos vício em redes sociais), embora alguns psiquiatras acreditem que ele deveria ser acrescentado . Seja no DSM ou não, a dependência da Internet e das redes sociais afeta milhões de pessoas.

O teste real
Se tem medo de ser um viciado em Redes Sociais, pergunte a outra pessoa importante ou a um amigo próximo por sua opinião sincera. O olhar no rosto dela lhe dirá tudo o que precisa saber!

Está na hora de desligar o Facebook por um tempo?

Para começar, exclua aplicativos de mídia social do seu telefone. Esse passo por si só reduzirá a tentação de “twittar do banco” ou navegar nas redes sociais enquanto estiver dirigindo.

Mensagens de texto ao volante ganham mais publicidade, mas os motoristas ligam o Facebook e o Twitter enquanto estão na estrada , e o problema é mais sério do que as pessoas imaginam. Engajar-se em redes sociais ao volante é pior do que dirigir embriagado em termos de tempos de reação atrasados.

Então dê um descanso ao botão Like e concentre-se na estrada. Guarde o smartphone e veja o pôr do sol (ou um filme ou um copo de vinho tinto…).

 

Se tem perfis activos no Facebook, Twitter, Orkut, MySpace, YouTube e outros, nunca pensou que pode estar viciado nas redes sociais.

Teste à dependência das Redes Sociais 1

Faça o teste a seguir e confirme se já é um “redesocialodependente”.

Responda com sinceridade: cada resposta positiva corresponde um ponto.

– Quando esquece o seu telemóvel em casa sente-se perdido, isolado do mundo porque não pode verificar as actualizações do Facebook ou do Twitter enquanto está fora, no trabalho ou no escritório.

– Verifica a sua conta do Facebook ou Twitter no mínimo 20 vezes ao dia.

– Se não receber um comentário no último post de seu blog em menos de 12 horas, pensa que os seus leitores o abandonaram e entra em contacto com alguem para saber se não o bloquearam.

– Recusa-se a sair no fim de semana sem levar o se portatil.

– Tem mais ícones de redes sociais no se telemóvel que aplicações de produtividade.

– Comprou um iPad e só o utiliza para actualizar o Facebook enquanto está fora de casa.

– Tem mais amigos on-line que na vida real.

– Tuitta no telemóvel enquanto anda.

– Vai ao Facebook antes de escovar os dentes pela manhã.

– Confere as últimas actualizações das redes sociais antes de dormir.

Bem, se ainda não se considera viciado na Internet, e não é assim tão dependente das redes sociais, confirme a sua pontuação a seguir e deixe um comentário.

RESPOSTAS:

De 1 a 3   – Pouco viciado

De 4 a 6   – Viciado

De 6 a 10 – Muito viciado, é melhor ter cuidado para não desaparecer da vida real.

 

Mas antes de fechar este artigo, partilhe… A grande ironia aqui é que os viciados em redes sociais podem nunca perceber que têm um problema, a menos que alguém chame a atenção deles para a questão. Compartilhar este post pode ajudar alguém.

Obrigado pela leitura hoje e por favor me dê sua opinião sobre vício em redes sociais na seção de comentários.

post_title
Teste à dependência das Redes Sociais 3

post_excerpt

Editor's Rating:
5
António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
Whatsapp Viber Telegram Ligar Agora Skype Enviar SMS

Bem Vindo!

Ao clicar em ENTRAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.

ajudar-informatico-pt

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo, brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato

Registar

Ao clicar em REGISTAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.