Reinado do Facebook tem dias contados

Reinado do Facebook pode estar por um fio. São milhares os utilizadores que desistem da rede social Facebook levados na onda das novas modas trazidas pelo Instagram e pelo Path.

Facebook-King

O tédio e a monotonia que o Facebook transmite, aliados à ascensão de novos serviços, leva a que milhares de utilizadores abandonem a rede social de Mark Zuckerberg.

A conclusão é de um estudo da SocialBakers, citado pelo The Guardian.

Só em Março, o Facebook perdeu perto de 6 milhões de registados nos Estados Unidos, o que corresponde a uma queda de 4% dos acessos à rede social.

Também no Reino Unido o recurso ao Facebook é cada vez menor, registando-se uma queda de 4,5% em comparação a Fevereiro.

Esta tendência sobressai ainda em outros países europeus, escreve o jornal.

O Instagram, adquirido pelo Facebook no ano passado, surge como um dos responsáveis por esta impopularidade daquela que ainda é a maior rede social do Mundo.

A moda da fotografia e dos filtros que reproduzem aspectos vintage captam cada vez mais a atenção dos jovens, que usam o smartphone para capturar e partilhar qualquer tipo de momento e situação.

Um especialista em redes sociais da Enders Analysis, Ian Maude, defende que o tédio é também uma das explicações para este recuo nos acessos.

O facto de o Facebook já não trazer nada de novo e de toda a gente, na generalidade, ter uma conta criada leva a que a partilha de conteúdos novos seja mais limitada, sendo sempre mais do mesmo todos os dias.

Num mês o Facebook no Reino Unido perdeu 600 mil utilizadores, alimentando a discussão de que em mercados centrais a rede social está a atingir o ponto de saturação em termos de utilizadores.

Os números da SocialBakers, empresa de monitorização de redes sociais, citados pelo The Guardian, relativos a dezembro podem apontar apenas uma quebra sazonal no período das festividades, mas o Reino Unido foi o único dos dez territórios com maior número de utilizadores a registar uma descida neste período 1,86%.

De acordo com os dados da SocialBakers, o Reino Unido é o sexto país com a mais ativa base de utilizadores do Facebook, com 33 milhões de utilizadores únicos em dezembro (o valor inclui utilizadores que acedem à rede social através de múltiplos terminais).

Um número que representa 53% de penetração de mercado.

Os Estados Unidos lidera a lista com 169 milhões de utilizadores únicos por mês, seguido do Brasil (65 milhões) e Índia (63 milhões).

Os dados estão a alimentar a especulação de que a rede social de Mark Zuckerberg está em mercados core a atingir o ponto de saturação junto dos utilizadores, ficando o seu crescimento mais dependente dos países em desenvolvimento.

Estudo sobre o Facebook

 

O que pensa deste estudo sobre o Facebook ?

 

Terá mesmo o Facebook os dias contados ?

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.