Príncipe Harry apoiado por exercito

Membros do exército britânico adicionaram um pouco de humor inglês ao caso que está a envergonhar a casa real inglesa.

Soldados e civis completamente nus a cobrir os genitais com armas ou com a bandeira de Inglaterra proliferaram na rede social.

O neto da Rainha Isabel II continua a dar que falar.

Depois de terem sido divulgadas fotografias do príncipe Harry nu em Las Vegas, soldados britânicos resolveram mostrar o seu apoio no Facebook com fotografias em que pousam também sem roupa.


Fotografias tiradas com telemóveis arriscam a reputação dos soldados.

O exército britânico obriga a uma conduta exemplar mesmo fora de serviço. No entanto, os militares consideraram que valia a pena o esforço para apoiar Harry.
Tem sido o próprio Facebook a alimentar os escândalos do príncipe rebelde.

Este foi até aconselhado a desativar, temporariamente, a sua conta na rede social.

Segundo foi noticiado, o filho mais novo de Carlos e Diana mantinha uma conta pessoal, usando um pseudónimo, para um círculo restrito de amigos.


Na semana passada, foram divulgadas pelo site TMZ fotografias do príncipe, que se encontrava de férias em Las Vegas, nos EUA, completamente nu, agarrado a uma jovem, também ela despida.

Harry e um grupo de amigos terão levado um grupo de raparigas para a suite VIP, onde jogaram strip poker.

As fotos em que o Príncipe Harry aparece nu durante uma viagem para Las Vegas continuam dando o que falar.

Várias pessoas do mundo todo estão mandando fotos em que aparecem nuas e batendo continência para um grupo de apoio ao príncipe.

A comunidade, chamada “Support Prince Harry with a Naked Salute” (Apoie o príncipe Harry com uma saudação nu, em tradução livre), tem cerca de 12.500 membros no Facebook. “Se você serviu ou está servindo as Forças Armadas, queremos ver uma saudação nu em apoio ao príncipe Harry”, diz a descrição do grupo.

Mas esta não é a única campanha de apoio ao príncipe.

Um dos primeiros grupos a prestar apoio a Harry foi o Sin City, que lançou uma campanha nas redes sociais com base no famoso ditado: “O que acontece em Vegas, permanece em Vegas”.

A hashtag #Knowthecode (conheça o código), em referência ao código de privacidade sobre o que acontece na cidade de Las Vegas, também ficou nos tópicos mais comentados do Twitter.

Uma marca de desodorantes atribuiu o sucesso de Harry com as mulheres na festinha ao seu produto e criou um anúncio que diz: “Desculpe, Harry, se isso teve alguma coisa a ver conosco”.

Se ainda não conhece o código de Las Vegas, conheça-o aqui.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.