Ciber-extorsão e pirataria de dados confidenciais entre os principais ataques a empresas

Da lista dos sinistros mais reportados entre 2013 a 2016, provocados por ciberataques que causaram perdas, constam ainda falhas de segurança e acessos não autorizados (10%), vírus (10%) e acesso a dados por negligência ou erro de colaboradores (8%). Ainda segundo as estatísticas da companhia de seguros, os serviços financeiros foram is mais afetados pelos ataques cibernéticos (23%), acompanhados pelas comunicações, media e tecnologia (18%) e pelo setor de retalho (17%).

ciber-extorsao

Para combater a vulnerabilidade dos riscos cibernéticos, a companhia de seguros AIG disponibiliza o CyberEdge. Esta solução global de cobertura procura proteger os negócios das empresas de fugas de dados confidenciais, pirataria informática, vírus informáticos, sabotagem ou erro de colaboradores, roubo de informação e de identidade.

Em Portugal, a companhia de seguros conta já com várias dezenas de clientes, pertencentes aos mais variados setores, cobertos contra ciberataques através da proteção fornecida pelo CyberEdge.

“A vulnerabilidade aos ataques cibernéticos é uma das maiores ameaças atuais às empresas. Mais ou menos mediáticos, os eventos sucedem-se no universo empresarial com uma frequência cada vez maior e demonstram a necessidade de proteção”, alerta Nélson Ferreira, diretor de Linhas Financeiras da AIG Portugal.

Em Portugal, o CyberEdge disponibiliza cobertura de responsabilidade decorrentes de segurança e privacidade, sejam reclamações de terceiros decorrentes de falha na segurança da rede do segurado, ou falha na proteção dos dados; cobertura de gestão de ocorrências, aplicável a falhas de segurança ou violação de privacidade, cobrindo os custos com notificações, relações públicas e outros serviços que auxiliam na gestão e minimização de um incidente cibernético.

Esta solução oferece ainda às empresas portuguesas cobertura de perda de lucros por interrupção do sistema informático, aplicável a uma interrupção efetiva das operações de negocio do segurado causada por uma falha de segurança do sistema informático, através do reembolso dos lucros cessantes e despesas operacionais; e cobertura de ciber-extorsão, que defende as organizações de ameaças a ataques dolosos à segurança de um cliente por uma entidade externa com o intuito de extorquir dinheiro ou outros valores. No caso de Portugal, por motivos legais, a extorsão – valor exigido para o pagamento do resgate – não é segurável.

As empresas têm a flexibilidade de personalizar as opções de cobertura para assegurar que conseguem responder prontamente e evitar danos futuros ou mais dispendiosos.

Fonte: ITinsight

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.