Portugal é campeão nas redes sociais

Dados do Eurostat mostram que três quartos dos utilizadores da internet portugueses usam-na para publicar mensagens nas redes sociais .

redes sociais portugal

Os portugueses são os europeus que mais utilizam a Internet para publicar mensagens nas redes sociais , segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Eurostat.

As estatísticas sobre o acesso e o uso da Internet do Eurostat mostram que na União Europeia (UE) mais de três quartos dos lares tinham acesso à Internet este ano, contra 49% em 2006 e 66% em 2009. Entre 2006 e 2012, todos os Estados-membros registaram crescimentos no acesso à Internet e às redes sociais .

Os países com maiores percentagens de ligação à Internet são actualmente a Holanda (94%) e o Luxemburgo (93%), enquanto as mais baixas foram observadas na Bulgária (51%), na Grécia e na Roménia (54% em ambos). Em Portugal, 61% dos lares tinham acesso à Internet este ano, um valor inferior à média da UE, mas que representa uma evolução relativamente aos 35% registados em 2006 e aos 48% observados em 2009.

Portugal é o país mais ativo das redes sociais , dentro da União Europeia. A percentagem de portugueses que já fizeram um post numa das redes sociais é de 75 por cento, um valor superior a todos os outros 27 países que fazem parte da UE.

Dos Portugueses que tem uma ligação à internet, 75 por cento já fez uma publicação em pelo menos uma das muitas redes sociais existentes. A média da União Europeia de população ativa neste aspeto é de 52 por cento, um valor bastante abaixo de Portugal.

Se formos analisar outros dados do estudo feito pela Eurostat que pretende analisar os hábitos da população da UE na internet, podemos verificar que os portugueses são ativos nas redes sociais , mas ainda não aderiram em massa a certos tipos de sites. 67 por cento dos portugueses utilizam a internet para estar a par das notícias ou ler os jornais online, contra os 61 por cento da média europeia mas se formos ver a taxa de utilização dos serviços de homebanking, “apenas” 41 por cento dos portugueses o faz contra uma média de 54%.

Outro dos sites onde os portugueses ficam abaixo da média europeia são os sites de serviços de viagens e alojamentos em que apenas 28 por cento os usam, quase metade da média europeia.

O número de casas com acesso à internet em Portugal tem vindo a aumentar passando de 35 por cento no ano de 2006 para 48 por cento em 2009 e fixando-se neste momento na ordem dos 61 por cento. Mesmo assim, está abaixo da média europeia de 76 por cento e de países como a Holanda e a Islândia que tem 94 e 95 por cento, respectivamente, das casas com acesso à internet.

De acordo com o gabinete de estatística da UE, 72% dos lares da União tinham acesso à Internet de banda larga, contra 30% em 2006 e 57% em 2009. Em Portugal, 60% dos lares utilizavam a Internet através de banda larga este ano, um crescimento relativamente aos 24% de 2006 e aos 46% de 2009.

No que respeita às actividades desenvolvidas pelos utilizadores da Internet – leitura de notícias e jornais, serviços bancários, utilização das redes sociais , serviços relacionados com viagens e alojamentos e criação de sites e blogues –, os portugueses destacaram-se na utilização das redes sociais .

Em Portugal, 75% dos internautas utilizaram a Internet para publicar mensagens nas redes sociais este ano, a percentagem mais elevada entre os Estados-membros analisados e superior à média da UE (52%).

Mais de metade dos portugueses (67%) leram jornais ou notícias na Internet, uma percentagem ligeiramente superior à média da UE (61%), mas longe dos 92% registados na Lituânia e dos 91% observados na Estónia.

No que respeita aos serviços bancários, 41% dos portugueses utilizaram a Internet, um valor abaixo da média da União (54%) e aquém dos 91% observados na Lituânia. Quanto aos serviços de viagens e alojamento, 28% dos portugueses recorreu à Internet, contra os 50% da média da UE.

Relativamente à criação de sites e blogues, Portugal apresenta uma percentagem de 12%, superior à média da UE (9%), numa tabela liderada pela Holanda (17%).

 

Utiliza muito as redes sociais ?

 

O que pensa da utilização das redes sociais ?

Será a utilização das redes sociais útil para o país?

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.