PME Digital – Governo promove a utilização das ferramentas digitais

No âmbito da iniciativa PME Digital , as empresas podem ter acesso a um variado leque de soluções adequadas às suas necessidades.

O Ministério da Economia e Emprego lançou a iniciativa PME Digital e promove a utilização das ferramentas digitais.

O objectivo deste programa PME Digital é aumentar a produtividade e a competitividade das micro, pequenas e médias empresas portuguesas.

A iniciativa PME Digital pretende estimular a utilização de ferramentas digitais e das tecnologias da informação e comunicação, estimulando o acesso das empresas a novos mercados, melhorando a sua gestão e tornando mais eficiente a sua relação com clientes e fornecedores.

No âmbito da iniciativa PME Digital , as empresas podem ter acesso a um variado leque de soluções adequadas às suas necessidades – da comunicação com clientes e fornecedores, à venda de produtos e serviços na Internet ou à gestão total do negócio.

Ferramentas que permitem que as empresas possam ser mais organizadas, rentáveis e competitivas.O Programa PME Digital é uma iniciativa do Ministério da Economia e do Emprego, no âmbito do Programa Estratégico para o Empreendedorismo e Inovação e da Agenda Digital Nacional, sendo promovido pelo IAPMEI e pela Associação do Comércio Electrónico e Publicidade Interativa (ACEPI), envolvendo 15 parceiros privados na área da economia digital.

À iniciativa, estão ainda associadas cerca de 40 associações empresariais, que serão parceiros ativos na divulgação e na mobilização da iniciativa a nível nacional.Informações mais detalhadas podem ser obtidas através do site www.pmedigital.pt e do número 800 100 763.
O Ministério da Economia e Emprego lançou a iniciativa PME Digital . O objectivo deste programa é aumentar a produtividade e a competitividade das micro, pequenas e médias empresas portuguesas.

A iniciativa pretende estimular a utilização de ferramentas digitais e das tecnologias da informação e comunicação, estimulando o acesso das empresas a novos mercados, melhorando a sua gestão e tornando mais eficiente a sua relação com clientes e fornecedores.

No âmbito da iniciativa PME Digital , as empresas podem ter acesso a um variado leque de soluções adequadas às suas necessidades – da comunicação com clientes e fornecedores, à venda de produtos e serviços na Internet ou à gestão total do negócio. Ferramentas que permitem que as empresas possam ser mais organizadas, rentáveis e competitivas.

O Governo lançou esta terça-feira o programa PME Digital , destinado a aumentar a produtividade das empresas e «diminuir o fosso digital existente entre as empresas maiores e as de menor dimensão», anunciou o ministro da Economia.

O programa, que visa contribuir para estimular a atividade económica das micro e pequenas empresas através da utilização das novas tecnologias, está, segundo Álvaro Santos Pereira, «desenhado para os próximos três anos» com o objetivo estratégico de atingir cerca de 30 mil empresas, numa base de mais de 350 mil.

Esta é uma iniciativa que o ministro da Economia sublinhou que será «paga pelos parceiros» e que «não tem custos para o Estado», acrescentando que o objetivo de 30 mil empresas «é realista», até porque o Governo não gosta «de lançar grandes números só para ficar bem na figura», mas sim «para cumprir», cita a Lusa.

«Trata-se de uma iniciativa que poderá ter um impacto significativo nas nossas empresas», defendeu Álvaro Santos Pereira, observando que as soluções ao abrigo do programa PME Digital «abrangem de forma transversal a atividade das empresas desde a simplificação ao cliente, à gestão interna e ao relacionamento com fornecedores e mercado».

O governante adiantou que, para Portugal «sair da crise económica, tem de claramente não só criar mecanismos para maior competitividade das nossas empresas, mas também ter apoios para o investimento muito fortes ao nível fiscal e financeiro».

Segundo dados fornecidos pelo Governo, cerca de metade das micro empresas não está ligada à Internet e nas empresas com mais de 10 trabalhadores, 50% não possuem site ou portal. Em relação ao comércio eletrónico, apenas 15% das micro empresas utilizam este meio de distribuição.

O programa PME Digital vai proporcionar às empresas o acesso a condições especiais, a um conjunto de produtos e serviços que lhes permitirão ter uma presença na Internet, estimular o desenvolvimento de serviços eletrónicos e a inserção de jovens qualificados que podem criar uma mais valia nas empresas.

A operacionalização do programa é liderada pelo setor privado, nomeadamente as empresas Zon, Vortal, Vodafone, PT, Microsoft, Primavera, Caixa Mágica, PHC, Optimus, IOL, Globaz, Gatewit, Amen, CTT e Unicre.

Os promotores são o IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação) e ACEP (Associação do Comércio Eletrónico e Publicidade Interativa).

O programa vai percorrer os 18 distritos do Continente, envolvendo 40 associações empresariais e cerca de 4000 PME nas sessões de promoção.

O ministro da Economia disse que o programa PME Digital , lançado hoje pelo Governo, vai permitir “diminuir o fosso digital existente entre as empresas maiores e as de menor dimensão”, porque irá aumentar a produtividade das empresas.

O programa PME Digital , que visa contribuir para estimular a atividade económica das micro e pequenas empresas através da utilização das novas tecnologias, está, segundo Álvaro Santos Pereira, “desenhado para os próximos três anos” com o objetivo estratégico de atingir cerca de 30 mil empresas, numa base de mais de 350 mil.

Esta é uma iniciativa que o ministro da Economia sublinhou que será “paga pelos parceiros” e que “não tem custos para o Estado”, acrescentando que o objetivo de 30 mil empresas “é realista”, até porque o Governo não gosta “de lançar grandes números só para ficar bem na figura”, mas sim “para cumprir”.

“Trata-se de uma iniciativa que poderá ter um impacto significativo nas nossas empresas”, defendeu Álvaro Santos Pereira, observando que as soluções ao abrigo do programa PME Digital “abrangem de forma transversal a atividade das empresas desde a simplificação ao cliente, à gestão interna e ao relacionamento com fornecedores e mercado”.

O governante adiantou que, para Portugal “sair da crise económica, tem de claramente não só criar mecanismos para maior competitividade das nossas empresas, mas também ter apoios para o investimento muito fortes ao nível fiscal e financeiro”.

Segundo dados fornecidos pelo Governo, cerca de metade das micro empresas não está ligada à internet e nas empresas com mais de 10 trabalhadores, 50% não possui `site` ou portal. Em relação ao comércio eletrónico, apenas 15% das micro empresas utiliza este meio de distribuição.

O programa PME Digital vai proporcionar às empresas o acesso a condições especiais, a um conjunto de produtos e serviços que lhes permitirão ter uma presença na internet, estimular o desenvolvimento de serviços eletrónicos e a inserção de jovens qualificados que podem criar uma mais valia nas empresas.

A operacionalização do programa é liderada pelo setor privado, nomeadamente as empresas Zon, Vortal, Vodafone, PT, Microsoft, Primavera, Caixa Mágica, PHC, Optimus, IOL, Globaz, Gatewit, Amen, CTT e Unicre.

Os promotores são o IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação) e ACEP (Associação do Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva).

O programa vai percorrer os 18 distritos do Continente, envolvendo 40 associações empresariais e cerca de 4000 PME nas sessões de promoção.

 

PME Digital : Site

 

O que pensa deste novo programa do Governo PME Digital ?

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.