Os grandes websites já adotaram HTTPS por defeito

No o seu mais novo relatório de transparência, o Google afirma que o o seu objetivo é “disponibilizar produtos e serviços com 100% de criptografia”. Isso envolve adotar ligações seguras (HTTPS) por defeito, e fazer a restante internet seguir o o seu exemplo.

Parece que o empenho está a dar certo: entre os cem principais websites do mundo, o número dos que usam o HTTPS como critério quase duplicou desde o ano passado, indo de 37 para 71. Até mesmo os websites de pornografia, como Pornhub e XVideos, entraram para a lista.

O Informatico.pt utiliza o HTTPS por defeito há diversos anos. Entre os grandes websites que ainda não fazem isso, temos diversos domínios da China (Alibaba, Xinhua, Weibo, China Daily), onde o governo exerce maior controlo sobre a internet;

67% das páginas são carregadas através de HTTPS no Chrome para Windows (contra 41% em 2015). No Chrome para Android, a percentagem é de 68% (contra 33% há três anos).

Ao considerar apenas os produtos do Google, 89% do tráfego mundial é encriptado (contra 50% no início de 2014). No caso do Drive, Gmail, YouTube e Agenda, esse valor é de quase 100%.

O HTTPS protege a ligação em ambas as extremidades, evitando que dados sejam apanhados ou manipulados entre o servidor — algo útil num mundo onde é difícil até mesmo confiar no Wi-Fi.

A a sua adoção é um empenho conjunto entre diferentes organizações de tecnologia. Este mês, o Chrome passou a avisar quando o utilizador digita qualquer coisa em websites inseguros. No ano passado, a Apple passou a exigir ligações HTTPS por defeito em aplicações do iOS. E em 2013, o Facebook ativou a ligação segura para todos os seus utilizadores.

O Google tem um manual para programadores migrarem para o HTTPS, mas recorda de algumas limitações: por exemplo, alguns equipamentos móveis mais antigos “jamais serão compatíveis com a criptografia” porque não recebem updates de programa informático.

Fonte: Google, Engadget, TechCrunch.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

0 thoughts on “Os grandes websites já adotaram HTTPS por defeito”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.