O Chrome ultrapassou o Firefox

Esta noticia, apesar de ser uma novidade, há muito que era esperada. Desde o seu lançamento, em meados de 2008, que o browser da Google prometia tomar de assalto o estagnado mercado dos browsers.

Lentamente, e muito graças à sua simplicidade de utilização e a uma interface muito minimalista, foi ganhando adeptos e foi subindo no ranking dos browsers mais usados. O passado mês de Novembro marcou a ultrapassagem ao seu concorrente mais directo, o Firefox.

Já há algum tempo que o Chrome perseguia o browser da Mozilla e esperava-se que antes do final do ano de 2011 a ultrapassagem fosse feita. Ela ocorreu durante o mês de Novembro, apesar de ainda ser marginal a diferença entre estes dois browsers.

Estes dados foram fornecidos pela empresa StatCounter, que tem um serviço de estatísticas de acesso a sites web, e revelam algo que era já esperado.

Os dados de Novembro mostram que, a nível mundial, o Chrome subiu uma posição e é agora o segundo browser mais usado na Internet. Acima dele está apenas o browser da Microsoft.

Os números apresentados mostram que o IE tem agora 40,63%, o Chrome 25.69% e o Firefox 25.23%. Mais abaixo temos outros dois browsers, com uma muito menor expressão, o Safari com 6,07% e o Opera com1,78%.

Estes números referem-se à utilização global na Internet. Estes dados podem ser vistos na imagem abaixo ou consultados nesta página.

A apresentação destes dados, que podem levar a uma ainda maior adesão por parte dos Internautas ao Chrome, levou a que a StatCounter apresenta-se uma declaração pública do seu CEO, Aodhan Cullen. Nesta declaração, Aodhan Cullen indica que espera uma batalha entre a Microsoft e a Google pela posição cimeira desta tabela.

We can look forward to a fascinating battle between Microsoft and Google as the pace of growth of Chrome suggests that it will become a real rival to Internet Explorer globally. Our stats measure actual browser usage, not downloads, so while Chrome has been highly effective in ensuring downloads our stats show that people are actually using it to access the web also.

Os dados disponíveis para Portugal apresentam um cenário similar, com um crescimento ainda maior por parte do browser da Google face ao da Mozilla. No entanto, já no passado mês de Julho se tinha dado a mudança de posições entre estes dois browsers.

Os números para o nosso país, e no mesmo período, mostra que o IE tem 40,96%, o Chrome 30,33% e o Firefox22,67%. Mais uma vez, e tal como nos dados globais, temos mais abaixo o Safari com 4,4% e o Opera com1,13%. Face aos dados mundiais, no nosso país, a diferença entre os dois primeiros é menor, muito por mérito do Chrome.

Estes números podem não ter ainda muita expressão, mas são a prova do bom trabalho que a Google tem feito no seu browser e mostram que a Mozilla ainda não conseguiu acertar na formula certa para cativar os seus utilizadores nas novas versões que tem apresentados.

Resta ainda saber o que o que Microsoft vai fazer para conseguir fazer crescer o seu browser. Apesar de ter apresentado novas versões no passado recente, grande parte da sua quota deve-se a versões ao facto de este browser acompanhar o seu sistema operativo, o que à partida a coloca numa posição de vantagem junto de utilizadores menos experientes.

Aguardemos pela resposta destes três gigantes, quer seja para recuperarem posições nesta luta de browsers ou para se distanciarem ainda mais da concorrência directa.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.