Microsoft oferece formação e emprego qualificado em TI

Microsoft Portugal apresentou em conjunto com as empresas parceiras, o Ativar Portugal – Programa de Formação e Valorização para o Emprego, que tem como objetivo a criação de emprego qualificado, formação, certificação oficial e valorização de competências em tecnologias Microsoft. Desta forma, a empresa pretende reforçar a importância do setor das Tecnologias de Informação (TI) como motor de crescimento económico do País, e posicionar Portugal como um polo de inovação e competência europeu e mundial.
microsoft emprego

Formar e certificar 10 mil pessoas em tecnologia Microsoft até final de 2017 são as grandes metas do projeto, que conta com o apoio de mais de 150 empresas parceiras e disponibiliza já no arranque perto de 350 ofertas de emprego, nas quais se destacam a Accenture, a Agap2, Bee Engineering, GFI, Iten, KCS IT, Quidgest, Randstad e Unisys como os parceiros com maior número de oportunidades anunciadas. A Microsoft estima por isso em 2.000 o número de empregos que se possam criar até ao final do ano na área das tecnologias Microsoft em Portugal no âmbito desta iniciativa.

O Ativar Portugal surge como resposta às dificuldades das empresas do setor em encontrarem profissionais com as competências necessárias e específicas deste mercado. Neste momento, há cerca de 5.000 ofertas de emprego por preencher no setor das TI – e 2.000 vagas por preencher no caso da procura de profissionais especializados em tecnologias Microsoft – não existindo profissionais com a formação adequada para responder a estas necessidades dos empregadores. Passando para um cenário europeu, estes números são bastante superiores, havendo mais de 900.000 empregos por preencher no setor das TI até 2015.

Ativar Portugal

A iniciativa resulta do compromisso e trabalho conjuntos da Microsoft Portugal e das principais empresas parceiras na área da formação, nomeadamente a Actual Training, Alphappl, Galileu, GTI e Rumos, bem como da demais rede de parceiros Microsoft, que já está a usar o mercado de emprego do portal Ativar Portugal para procurar profissionais certificados.

O Ativar Portugal é apresentado hoje em sessão pública, com a presença do Ministro da Economia, António Pires de Lima, e do Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares.

O Ativar Portugal materializa-se num portal de conteúdos de aprendizagem, qualificação e certificação em tecnologia Microsoft, e dirige-se a quatro públicos distintos:

  1. pessoas com poucos conhecimentos de tecnologia;
  2. profissionais com alguns conhecimentos tecnológicos, que pretendem aprofundar essas capacidades com vista a uma progressão na carreira ou reingresso no mercado de trabalho;
  3. profissionais com bons conhecimentos, que se pretendem certificar em tecnologias Microsoft;
  4. pessoas que possuindo competências em outras áreas, atualmente sem empregabilidade, pretendem valorizar-se para iniciar carreiras na área das TI.

 

Para todos o portal oferece um percurso específico e uma resposta às aspirações de cada um:

  1. para quem pretende dar os primeiros passos na aprendizagem tecnológica, o portal apresenta o Currículo de Literacia Digital, o curso oficial completo de introdução às tecnologias de informação disponibilizado pela Microsoft Corporation a nível mundial. Este curso pode ser feito online e é totalmente gratuito. Adicionalmente pode ser feito em sala de aula, também de forma gratuita, em qualquer centro de formação do Programa Escolhas;
  2. para os que pretendem aprofundar conhecimentos, o projeto da Microsoft Portugal disponibiliza um conjunto amplo de cursos de formação em tecnologias Microsoft, subsidiada pelos parceiros (Actual Training, Galileu, GTI e Rumos) e pela Microsoft, bem como todas as “Microsoft IT Academies” – Academias de formação em tecnologia Microsoft nas instituições de ensino superior e profissional parceiras, com vista à certificação dos alunos. Adicionalmente, disponibiliza o acesso à “Microsoft Virtual Academy”, a escola internacional online da Microsoft, onde os interessados podem fazer formação gratuita em diversas áreas e consoante o seu perfil, ganhando pontos pelos cursos efetuados, com vista a um maior reconhecimento pelo mercado;
  3. para os profissionais com bons conhecimentos que se pretendem certificar, o portal faz o encaminhamento para oscentros oficiais de certificação curricular oficial, onde é possível realizar os exames presenciais. Uma vez aprovados, os candidatos recebem uma certificação oficial da Microsoft, válida em todo o mundo, que os certifica como profissionais competentes e aptos para qualquer recrutamento.

 

Por fim, e através da parceria específica da Microsoft Portugal com a Alphappl, o Ativar Portugal permite a pessoas com competências em áreas atualmente sem empregabilidade em Portugal, iniciar a aprendizagem de ferramentas de programação e outras competências tecnológicas Microsoft, para se poderem certificar e iniciarem uma carreira na área das tecnologias.

Janela de Emprego, o mercado de emprego do portal Ativar Portugal

No arranque, o Ativar Portugal conta já com uma vasta rede de mais de 150 empresas parceiras, entre os quais estão a Actual Training, a Alphappl, a Claranet, a Galileu, a GFI, o IEFP, a Randstad e a Rumos como membros fundadores. A Microsoft Portugal soma um trabalho de longa data na criação de oportunidades de trabalho no mercado das Tecnologias de Informação em Portugal, em conjunto com estas empresas.

Microsoft Portugal assina Acordo de Cooperação com IEFP:

Ainda no âmbito do Ativar Portugal, a Microsoft Portugal e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) assinam hoje um Acordo de Cooperação, através do qual este Instituto adere ao programa Microsoft IT Academy para promover o desenvolvimento de competências no âmbito da economia digital. O Ativar Portugal fará parte da oferta disponível nos 30 centros de emprego e formação profissional que compõem a rede do IEFP em todo o País, dando a oportunidade a jovens e adultos de adquirirem ou aprofundarem os seus conhecimentos em Tecnologias de Informação, e ainda obter formação qualificada e certificação reconhecida à escala mundial, ampliando assim as oportunidades de integração ou reinserção no mercado de trabalho. Os formandos têm ainda acesso privilegiado às mais recentes e modernas soluções tecnológicas e à partilha de conhecimento com profissionais na área das Tecnologias de Informação, que orientarão os seus percursos formativos.

As empresas parceiras

De acordo com João Couto, Diretor Geral da Microsoft Portugal, “a iniciativa Ativar Portugal promovida pela Microsoft e parceiros pretende ser um contributo ativo para o desenvolvimento de competências, para a formação de novos talentos e para a criação de mais emprego qualificado no setor das Tecnologias de Informação, em Portugal. Preencher o desvio entre as necessidades de recrutamento e a falta de profissionais qualificados em tecnologias Microsoft, e um nível de desemprego muito elevado em geral, foi um fator determinante na criação deste projeto. Acreditamos que a formação certificada e reconhecida à escala mundial se refletirá em oportunidades de carreira a nível nacional e internacional, e contribuirá para afirmar Portugal na Europa como um polo de atração de emprego qualificado na área das Tecnologias de Informação, dando continuidade a esta tendência de nearshoring que temos vindo a assistir”. E remata “Foi a crença de que Portugal tem todas as condições para se transformar num polo de inovação e competência mundial e Europeu em TI, nomeadamente em TI Microsoft, que nos moveu a lançar o desafio aos nossos parceiros e em conjunto criarmos esta iniciativa”.

Do primeiro emprego à criação da sua própria startup, os utilizadores do portal Ativar Portugal podem também beneficiar dos vários programas de apoio à criação e aceleração de novos negócios, tais como o BizSpark, que em Portugal já apoiou mais de 500 novas empresas com um investimento de 3,5 milhões de euros em tecnologia Microsoft.

Para além da oferta de aprendizagem, formação, valorização e certificação Microsoft, o portal Ativar Portugal apresenta ainda a “janela de emprego”, o primeiro mercado de emprego dedicado à tecnologia Microsoft em Portugal. Aqui, as empresas parceiras e clientes Microsoft que pretendem recrutar técnicos especializados e certificados podem anunciar as suas vagas e, por outro lado, os técnicos qualificados podem colocar as suas credenciais curriculares para mais facilmente serem identificados pelas empresas interessadas. No futuro, este mercado poderá ser aberto igualmente a outras tecnologias.

Mais Informações sobre esta iniciativa Microsoft

Ativar Portugal: http://www.ativarportugal.pt/

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.