Descubra os 5 melhores sites de encontros online

Os sites de encontros são uma forma de, virtualmente, se conhecerem pessoas novas e encontrar quiçá a sua alma gémea. Estão em crescimento há mais de uma década e vieram para ficar. Em muitíssimos casos são acompanhados de apps que se ligam às funcionalidades dos sites.

Se há quinze ou vinte anos utilizavam-se salas de IRC e o velhinho ICQ, hoje em dia existem apps para telemóveis, sites e formas de encontrar a cara metade muito mais fáceis. Já não é preciso perguntar o famoso “oi, ddtc”, que na altura significava, “olá, de onde teclas”. Também já não é preciso pedir para enviar uma foto, porque esta informação já é visível nos perfis dos sites e apps. Os perfis têm a informação de onde são, o que fazem, o que gostam e até fotografias. Hoje em dia é tudo mais fácil. Antes de iniciarmos uma conversa já temos, no fundo, muita informação para iniciar uma conversa com um ou uma pessoa que não conhecemos.

A person holding a red umbrella Description automatically generated

Razões para utilizar sites de encontros:

Com esta pandemia do COVID-19, temos também muito mais necessidade de falarmos com outras pessoas. O nosso isolamento decretado pelo Governo como um dever e não uma obrigação deve ser físico, mas nunca sentimental. Instalar este tipo de apps ou visitar este tipo de sites dá-nos acima de tudo vontade de nos ligarmos a outras pessoas e conhecermos pessoas novas.

Há, no entanto, outro tipo de cuidados que devemos ter caso o encontro passe do online para o físico, como vamos ver mais à frente.

Ao longo dos tempos as apps e sites de encontros adaptaram-se ao novo paradigma da sociedade e começaram a criar match em tempo real, quer seja por gostos ou por tipo de pessoas ou mesmo por amigos em comum. Existem cada vez mais algoritmos que permitem reconhecimento de características comuns como gostos, locais onde estamos, coisas que fazemos. Quando alguns sites e apps combinam o login com redes sociais como o Facebook temos ainda um outro “mundo” de dados que se podem sincronizar e ajudar a entender melhor o nosso comportamento, para fazermos aquele “match” em sites ou apps de encontros.

 

Porque surgiram os sites de encontros online:

Com a vida atarefada que a maioria das pessoas têm, mesmo antes desta propagação do vírus COVID-19 este tipo de apps e sites eram palco de um crescimento proporcional à sedentarização das pessoas. A dependência das redes sociais faz com que este tipo de conquista de relacionamentos seja cada vez mais popular. O sedentarismo permite-nos estarmos mais ligados ao online e manter cada vez mais ligações com este meio. E como não podia deixar de ser, a ambição de termos uma cara metade, ou a procura desta, torna-se algo quase que natural por força da nossa condição que muitas vezes é praticamente deslocações em trabalho e casa.

 

Como funcionam o sites de encontros:

Já o modelo de negócio deste tipo de sites e apps é semelhante entre todos. Oferecem funções limitadas e cobram por funções ilimitadas ou funções adicionais exclusivas para quem paga. Associados a descontos de Natal, dia dos namorados, ou outro evento, atraem com publicidade e ao mesmo tempo com limitações as pessoas a pagarem por um serviço extra. Embora a maioria das pessoas consiga utilizar as funcionalidades grátis, os serviços pagos são certamente atrativos e tem claras e inequívocas vantagens. Embora os players deste sector já estejam definidos, há sempre outros sites e apps que vêm sempre tentar ocupar um pouco do mercado. Estes vivem do “passa a palavra”, porque entrar num mercado com grandes nomes já estabelecidos é efetivamente difícil.

Existem ainda alguns cenários onde os sites e apps de encontros adicionam publicidade de empresas que pretendem que a sua marca seja visualizada neste tipo de sites.

As novas plataformas que possam surgir têm também uma dificuldade acrescida de terem que ser uma efetiva novidade dentro dos serviços oferecidos e não serem apenas “mais uma” app ou “mais um” site para encontros, o que faz com que tenham inevitavelmente que inovar.

Em 2020, todos os sites de encontros que vamos referir têm também apps móveis, ou seja, um complemento ao site porque o tráfego vindo de smartphones é cada vez maior. E, na nossa opinião, a tendência e o domínio do mercado em Portugal vão para as seguintes plataformas:

Tinder Corresponda. Converse. Encontre-se

1 – Tinder

O Tinder é uma plataforma para encontros através da aceitação ou recusa de perfis. Existem duas opções para cada perfil: aceitar ou recusar. O famoso “swipe left” e “swipe right”, significa que movendo para cada lado, há a opção de aceitar ou recusar contacto com determinado perfil. O contacto apenas acontece se ambos os perfis aceitarem ser contactados. Neste caso, dá-se o “match”.

Em seguida é possível falar através do chat para as pessoas se conhecerem.

Este site, com app móvel, é mais conhecido em Portugal para encontros ONS (em Inglês one night stand, ou em Português encontros de uma noite).

O modelo de negócio desta app é permitir dizermos que aceitamos conhecer um determinado perfil durante um determinado período e tempo e depois limitar os restantes prefis e pedir ao utilizador para esperar algumas horas. Caso queiram gostar de pessoas ilimitads ou ter funções adicionais, apenas é possível com um pagamento.

Conhece novas pessoas no Badoo, Faz novas amizades, conversa com amigos e diverte-te!

2 – Badoo

O Badoo é um dos sites mais antigos para encontros online. Tem a função semelhante ao Tinder de movendo uma imagem aceitas um pedido de contacto, mas tem outro modelo de negócio mais diversificado.

Neste caso, o site, que também tem app grátis para smartphones, permite enviar presentes a um custo adicional e também que a tua mensagem seja lida primeiro por um custo adicional.

O Badoo é decididamente o site mais antigo desta lista, foi criado em 2006 pelo russo Andrey Andree. Em termos de expansão mundial, o site está presente em todos os cantos do mundo, nomeadamente em 180 países e com maior incidência na América Latina, Espanha, Itália e França.

No site é também possível efetuar pesquisas de pessoas ou encontrar pessoas perto de nós.

SKOUT sites encontros online

3 – Skout

O Skout funciona de forma semelhante ao Tinder. Funciona, literalmente, pela localização. Isto é, as pessoas encontram-se também pela localização além do “swipe” habitual. A diferença é que esta app até há poucos anos era muito pouco conhecida em Portugal, tendo ganhado popularidade nos anos recentes.

Esta app também funciona no formato “freemium” como todas as outras, ou seja, é grátis, mas tens que pagar para teres todas as funções.

 

Free Online Dating OkCupid

4 – OkCupid

O OkCupid é um site ligeiramente diferente no que toca a encontros. Decide ter uma aproximação mais ousada e científica sobre o tipo de relação que queremos, e faz um match através de gostos e respostas a perguntas. Por exemplo, se a pergunta a “Queres ter um animal ou já tens” for “Sim” entre duas pessoas, então a chance e percentagem de compatibilidade aumentam.

No OkCupid enviar mensagens é grátis e de forma ilimitada. Apenas caso queiras ver quem gostou de ti, enviar likes ilimitados, remover publicidade ou outro tipo de informação é que vais precisar de pagar.

A forma científica deste site de fazer match faz com que seja único em termos do modo como liga as pessoas.

 

A person standing on a sidewalk Description automatically generated

5 – Agências Matrimoniais

Esta opção não é bem um site de encontros. E este é um “extra” aos sites anteriormente referidos. Por vezes queres mais do que uma simples noite, queres algo para a vida. É nesta altura que as agências matrimoniais podem ajudar. Em Portugal existem duas agências mais conhecidas, a Amore Nostrum e a Mi Amore, cada uma tem um site informativo sobre todo o processo. Ambas analisam o perfil psicológico de cada um dos candidatos, sejam homens ou mulheres, e tentam apresentar-te alguém compatível contigo. Ao contrário dos sites indicados anteriormente, este tipo de agências têm um custo muito mais elevado. Mas o resultado é certamente mais refinado.

São várias as histórias de sucesso em agências matrimoniais, nomeadamente algumas até a aparecerem na televisão. É certo de que muita gente não gosta de “dizer ao mundo” que se conheceu no Tinder ou no Badoo, mas estes tipos de agências têm inequivocamente mais boa fala que muitos dos sites e apps aqui mencionados.

cuidados a ter em sites encontros

Photo by Castorly Stock from Pexels

Cuidados a ter em sites de encontros:

Como se pode verificar, o que não faltam são formas de contactar e encontrares a nossa cara metade online. Mas nestes sites é necessário termos algum cuidado, porque nem sempre as pessoas são o que dizem. Há até quem crie, como já vimos na televisão ser falado, perfis falsos que usam para “contactar” com pessoas, especialmente mais novas. Por isso, deixamos-te aqui duas dicas infalíveis para poderes conseguir encontrar-te com alguém pessoalmente em segurança:

  • Nunca divulgar muita informação: Podemos dizer que moramos no Barreiro ou na Maia, mas tudo isto sem indicar a nossa morada ou algum sítio que seja demasiado perto da nossa casa. Nunca sabemos aquilo que a outra pessoa, que nem sequer nos conhece pessoalmente, pode fazer com esta informação…
  • Dizer sempre a alguém onde vamos: Falar com um amigo ou uma amiga, e dizer-lhes abertamente que vamos conhecer alguém de um site de encontros. Se acontecer alguma coisa, alguém sabe onde nós estamos ou pelo menos com quem estivemos.
  • Encontros em locais públicos: Embora nesta época da pandemia que afeta Portugal um local público pode ter muitas pessoas, o que é desaconselhável, devemos sempre utilizar um local público para encontros. Neste caso, pode ser benéfico escolher uma hora em que se possa presumir que existam menos pessoas nesses locais.

Se nada disto resultar, podes sempre assistir a alguns filmes pornográficos que podem ajudar-te a superar uma solidão amorosa mais prolongada. Podes escolher de uma lista de sites para adultos bastante grande e das suas categorias ousadas.

cuidados corona virus

Photo by cottonbro from Pexels

Impacto do COVID-19 nos sites de encontros:

Com a propagação do vírus COVID-19, também conhecido como Coronavirus, estes sites e apps podem ter tido um aumento de contactos e pessoas. Mas não para existirem encontros pessoais, mais pela solidão eventual que uma quarentena em Portugal pode provocar. Enquanto por um lado as pessoas solteiras estão em casa e de quarentena, os sites e apps que mencionámos – e outros não listados – permitem-nos obter um certo nível de companhia numa altura em que muitos de nós estão sem muito que fazer no seu dia-a-dia.

No entanto, e eventualmente quando a quarentena acabar, este tipo de apps e sites podem fazer com que um contacto pela Internet depressa se transforme num contacto pessoal.

Outras pessoas podem também simplesmente não querer esperar, e é para essas que deixamos alguns conselhos, já que este vírus se propaga pelo contacto humano.

 

Conselhos para não correr riscos:

  • Confirmar os próprios sintomas: o site da DGS tem um simulador de sintomas para o COVID-19 onde se podem encontrar formas de saber, através de um simples questionário online, se a probabilidade de teres este vírus existe.
  • Confirmar os sintomas da pessoa com quem vai acontecer o encontro: Falarem e esclarecerem todas as dúvidas vai fazer com que se sintam mais à vontade. Por exemplo, se na conversa repararem que estão ambos em quarentena e que nada do que falaram indica a presença de sintomas, ambos vão mais confortáveis para um possível encontro.
  • Saber de medidas de proteção individual: Se estamos perante um encontro em espaços públicos, pode ser interessante falarem do uso de máscaras e luvas.
  • Em caso de contágio, manterem-se informados: Nunca se sabe se um encontro pode correr bem ou mal, mas há sempre a possibilidade de em contacto um com o outro e em espaços públicos, contraírem o vírus. Devem manter um contacto regular mesmo se o encontro correr menos bem, para que em caso de infeção possam comunicar um com o outro.

Embora o Governo mantenha rigorosos avisos para que se evite sair do isolamento, a condição humana dita-nos que podemos nem sempre o cumprir porque alguns dos que estão em isolamento voluntário estão sozinhos em casa.

Pelo que nos parece que devemos ter por um lado as considerações do Governo em contra e o dever de quarentena, sem esquecermos o que o nosso cérebro às vezes nos puxa a fazer.

 

O importante é divertirmos-nos e sermos felizes, tudo ao mesmo tempo.

 

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo:

Brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Agendar

serviços informaticos ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato
x Logo: Shield
Este Site é Protegido Por
Shield