Hoje sonhei com uma mesa digitalizadora

Sonhei, sonhei mesmo. Em puto passava horas a desenhar um pouco de tudo, com uma clara inclinação para as minhas versões da Red Sonja, influenciado por Boris Vallejo ou Vincent Segrelles, à medida que a adolescência ia tomando conta do lápis. Com uns amigos tive verdadeiras maratonas de desenho cooperativo, e obviamente que os nossos desenhos eram melhores nas nossas cabeças que na realidade das coisas.

Estás a ler isto, Rui? Lembras-te das caminhadas com as pastas às costas?

Bom, mas o sonho da mesa digitalizadora, certo? Não terá sido inocente, não vale a pena dizer o contrário: andei a desfolhar as páginas daGearbest à procura de promoçõesem algum gadget interessante e deparei-me com uma verdadeira panóplia de mesas digitalizadoras, tablets para design, ou o que lhe queiram chamar.

E a verdade é que muitos daqueles que um dia se apaixonaram pela pena, desejaram ter uma mesa digitalizadora. Eu também. Mas como muitas outras coisas, também esta ficou de parte. É o percurso normal das coisas, até caírem no esquecimento. Até que algo as desperte de novo. A razão pela qual nunca tive uma mesa digitalizadora é que nunca tive dinheiro para uma, ou os objectivos de vida que justificassem o investimento. Quiçá onde estaria eu hoje se as coisas tivessem sido aí diferentes?

É que sabem: há aquela tecnologia que para uns invoca os bons velhos tempos de uma infância distante que relembramos com saudades. Pensemos em ZX Spectrum, embora eu tivesse uma Philips Videopac G7400 com a qual lutava sempre que era preciso retirar a cartucho.

Mas há depois aquela tecnologia que nos faz pensar no que sonhamos ter, sem chegar a tê-lo. Epa, um fax! Imprimir uma espécie de chamada telefónica? Loucura!

No topo de tudo, gostava de ter tido uma mesa digitalizadora. Era – para mim – um meio de apropriação da arte que nada poderia superar. O preço era, no entanto, astronómico. E ainda é: uma mesa digitalizadora capaz pode emagrecer-nos uns €1000! Ou mais!

Então quando cometi o erro de clicar naquele link, foi como se alguma coisa tivesse despertado em mim. E se no meu tempo existisse a Gearbest?

Já andei por lá tantas vezes, mas nunca vi mesas digitalizadoras nas promoções. Por mim, era como se nunca tivessem existido. Mas $379 por uma mesa digitalizadora de $1027?

Não conheço a UGEE. Alguém desse lado do ecrã conhece esta marca? Vale a pena?

AUGEE UG – 2150 P50Sé um monstro: ecrã de 21.5 polegadas, stylus com 2048 níveis de pressão! E as críticas são boas, embora não seja compatível com Windows 10?

Mas por €60 já fazemos a festa, é verdade! Não fossem as restantes despesas mensais e acho que ia realizar um sonho de infância! Contudo, acho que prefiro mesmo o cheiro do papel e da grafite, ou das toneladas de borracha usada.

As mesas digitalizadoras não serão o tipo de promoções que se procuram na Gearbest, mas este texto já não é sobre as promoções da Gearbest há muito tempo. Comprem o que quiserem ou não comprem nada, mas comprem o que vos der na gama. Não me importa: sonhei com uma mesa digitalizadora e agora quero mesmo uma.

Fonte: Tekgenius.pt

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.