Hackers roubam dados usando a ventoinha

hackers-computador-ventoinha

Parece que está cada vez mais difícil proteger os dados armazenados em computadores. Desta vez, a novidade é que investigadores em Israel encontraram uma maneira de utilizar o barulho de uma ventoinha para roubar dados salvos em computadores que não estão ligados à internet.

Essas máquinas, com sistemas de air-gapped, são isoladas e geralmente contém as informações mais importantes de uma organização ou empresa. Para invadi-las, os hackers precisam de conseguir ter acesso físico à máquina e instalar malwares nele, tipicamente por meio de um pen drive.

Investigações anteriores mostraram que depois dessas máquinas serem infectadas podem transmitir qualquer tipo de dados por meio dos alto falantes, na forma de sinais ultrassônicos. Desinstalar as caixas de som é uma maneira eficiente de evitar o problema.

A questão, é que além das ondas ultrassônicas, outro modo de transmitir esses dados é por meio da ventoinha do computador.

ventoinha

O malware responsável pela falha de segurança chama-se Fansmitter e funciona ao controlar a velocidade pela qual as ventoinhas funcionam. Isso cria uma variedade de tons acústicos que podem ser utilizados para transmitir dados.

Para receber os dados, os hackers precisam utilizar um smartphone próximo à máquina, O telemóvel então será responsável por descodificar o barulho das ventoinhas, contanto que ele esteja até oito metros longe do computador.

Uma vez que o barulho é descodificado, o telemóvel pode enviar todas as informações para os hackers. Os investigadores testaram o método utilizando um computador Dell e um Samsung Galaxy S4.

No entanto, o malware tem certas limitações, como o fato de transmitir apenas 15 bits por minuto – o que já é suficiente para enviar senhas simples e chaves de codificação.

Por outro lado, atacar um computador dessa forma não é prático. Mas uma vez que diversos tipos de dispositivos têm ventoinhas são potencialmente vulneráveis. Para prevenir essa possibilidade, sistemas de refrigeração a água podem ser úteis.

Via: PC World

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.