FBI próxima de conseguir desbloquear iPhone

Fixe este número: dois milhões de euros. É este o montante já investido pelo FBI em tecnologia que possibilita desbloquear o sistema operativo dos telemóveis da Apple, um dos “segredos mais bem guardados” da área tecnológica e que tem provocado acesas discussões e batalhas judiciais e que, presumidamente, poderá estar próximo dum fim. Ou, ao menos, duma situação que, mesmo com objetivos judiciais, represente um esforço menos significativo para o erário público norte-americano, a avaliar pelo que avança o portal The Verge.
 FBI próxima de conseguir desbloquear iPhone 1
Os documentos gravados no serviço iCloud podem ser simplesmente obtidos pela Apple, mas a informação guardada no telemóvel é outra história, sobretudo nos modelos mais recentes (os que têm o botão de identificação através de impressão digital). Nestes casos, a operação que possibilita o acesso ao equipamento é muito complicada – depende da combinação entre o código de bloqueio e uma chave que está embutida no interior do próprio equipamento, numa espécie de pequeno PC à parte daquele que faz o telemóvel funcionar, e a que a Apple garante não ter acesso.

Diversos têm sido os processos judiciais, nomeadamente em actor terroristas, em que a Apple tem sido chamada a apoiar a investigação de modo a permitir o acesso ao telefone dos presumíveis terroristas, algo que a empresa de Cupertino tem recusado fazer. Um dos casos mais polémicos remonta a 2016, altura em que um tribunal ordenou a empresa a criar um programa para que o FBI possa desbloquear o iPhone usado por um dos atacantes no ataque terrorista em San Bernardino, na Califórnia.

Um tribunal ordenou a empresa a criar um programa para que o FBI possa desbloquear o iPhone usado por um dos atacantes. Alegando que as implicações dessa ordem são “arrepiantes”, o patrão da Apple, Tim Cook, prometeu lutar contra as autoridades até ao fim.

Em causa está o acesso a dados gravados no telemóvel de Syed Rizwan Farook, o norte-americano que matou 14 pessoas no condado de San Bernardino, em Dezembro desse ano, num ataque cometido com a a sua mulher, Tashfeen Malik, uma paquistanesa que passou a maior parte da vida na Arábia Saudita. Na altura, o FBI tentou forçar a Apple, sem êxito. Entretanto, a agência teve mesmo de recorrer à compra de programa informático para conseguir desbloquear o equipamento e ter acesso a dados importantes, como os registos de chamadas e mensagens, por exemplo. Pagou 900 mil dólares.

O FBI dispõe, neste momento, de 7800 terminais da Apple por desbloquear, uma situação insustentável que já levou mesmo ao recurso a dedos de cadáveres para o desbloqueio de iPhones por impressão digital. Esta tendência poderá estar a alterar graças a um ex-engenheiro de proteção da Apple que é neste momento quadro da Grayshift, uma empresa de cybersegurança que desenvolveu o Greykey, um equipamento pouco maior que um disco externo e que poderá desbloquear um iPhone num prazo entre duas horas e três dias, dependendo da complexidade da palavra passe usada. (Maistecnologia)

Fonte: Portal de Angola

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
Whatsapp Viber Telegram Ligar Agora Skype Enviar SMS

Bem Vindo!

Ao clicar em ENTRAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.

ajudar-informatico-pt

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo, brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato

Registo

Ao clicar em REGISTAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.