Facebook compromete dados de milhões de utilizadores

Facebook compromete dados de milhões de utilizadores 1

A utilização indevida de dados privados por parte da Cambridge Analytica poderá ter afectado um máximo de 63 mil utilizadores em Portugal, avança o Expresso esta quinta-feira, 5 de Abril.

Isto porque cerca de 15 pessoas no país fizeram o download da aplicação “thisisyourdigitallife”, o que permitiu à empresa britânica de consultoria política atingir até 63.080 perfis, de acordo com estima o Facebook.

“Realizámos uma análise interna para o número de pessoas que potencialmente foram afectadas”, explicou a tecnológica num comunicado, citado pelo Expresso. “Usámos uma metodologia expansiva – esta é a nossa estimativa mais correta do número de pessoas que instalaram a app, tal como os dados dos seus amigos que podem ter sido acedidos”.

Foram precisamente este cálculos que levaram à revisão em alta do número de perfis afectados de 50 milhões para 87 milhões – a maioria dos quais de residentes nos Estados Unidos.

A Cambridge Analytica esteve ligada à campanha presidencial de Donald Trump e terá ajudado a personalizar propaganda em função do perfil dos utilizadores. Mais ultimamente, foi também associada à campanha pelo Brexit no Reino Unido – de Junho de 2016.

Facebook compromete dados de milhões de utilizadores 3

O Facebook publicou na quarta-feira que o número de utilizadores afectados pelo polémico caso relacionado com a Cambridge Analytica pode ter sido bastante superior às estimativas que inicialmente apareceram nas informações. A empresa publicou que podem ter existido 87 milhões de utilizadores com a a sua informação usadas com objetivos políticos, ao invés dos 50 milhões que têm até neste momento sido falados.

Este anúncio apareceu dos niveis mais altos do Facebook: mais concretamente de Mike Schroepfer, o chefe de tecnologia da empresa. Este anúncio foi partilhado num dos blogs oficiais do Facebook. Schroepfer confirma que a esmagadora maioria destes 87 milhões de utilizadores residem nos Estados Unidos da América.

 

A polémica promete não abrandar no futuro próximo

Este anúncio surge num contexto em que o cerco ao Facebook parece longe de cessar. Os estados estão a criar novas regulações para as plataformas sociais, a sociedade civil tem-se criado ouvir no que concerne a questões de privacidade, os accionistas da empresa não gostaram das grandes perdas de capital que a empresa sofreu e existem diversos processos em tribunal na sequência do escândalo que se prosseguiu à reportagem da Channel 4.

Mark Zuckerberg irá depor sobre este caso na próxima semana perante o congresso americano numa audiência muito aguarda que se espera tensa.

 

Zuckerberg pediu desculpa aos utilizadores

Zuckerberg alugou diversos jornais de anúncios na comunicação social americana e britânica para pedir desculpa aos utilizadores. “Temos uma responsabilidade: proteger os vossos dados. Se não conseguimos, não vos merecemos”, escreveu Mark Zuckerberg nesta mensagem publicada na última página dos jornais de referência.

 

Cambridge Analytica: a empresa que se especializou em recolher dados privados com objetivos políticos

O Facebook está no centro da polémica desde que foram reveladas práticas da empresa Cambridge Analytica, acusada de recuperar – sem autorização – os dados de 50 milhões de utilizadores do Facebook e dos ter usado com fins eleitorais na campanha presidencial de Donald Trump em 2016. Estes dados foram recolhidos sem autorização expressa dos utilizadores com recurso a uma aplicação programada para recolher o máximo de informação possível.

Essa informação foi depois usada para criar perfis psicológicos, de hábitos e preferência, e utilizar essa informação aglomerada e organizada para delinear estratégias políticas na campanha de Donald Trump (e especula-se que em outras campanhas em diversos países). Neste momento, o Facebook confessa que o número poderá ser maior.

Mark Zuckerberg será ouvido pelo congresso americano no próximo dia 11 de Abril pelas 10:00 ET (15:00 na hora de Lisboa). As autoridades americanas encontram-se a investigar o caso.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
Whatsapp Viber Telegram Ligar Agora Skype Enviar SMS

Bem Vindo!

Ao clicar em ENTRAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.

ajudar-informatico-pt

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo, brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato

Registo

Ao clicar em REGISTAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.