Estudo revela vulnerabilidade de Portugal a ataques SPAM

Segundo um estudo recente, Portugal encontra-se bastante vulnerável a sofrer ataques informáticos via SPAM e também tem uma legislação que nesta matéria é inadequada. O que significa Spam ? Significa Sending and Posting Advertisement in Mass, ou “enviar e postar publicidade em massa”. Spam Lixo Eletrônico. E-Mail Spam é basicamente correio electrónico para publicitar um artigo ou site que normalmente não pedimos.

colagem-fotos

Para avaliar o nível de vulnerabilidade, os autores do estudo simularam um ataque de SPAM legal, ultrapassando praticamente todas as barreiras de proteção e de alerta.

Foram enviadas 60 mil mensagens eletrónicas, cujos endereços foram obtidos de fontes públicas legítimas, através de busca na Internet, divididas por três cenários: dois credíveis (sondagem sobre as autárquicas e o caso do americano Snowden que revelou planos de vigilância da Agência Nacional de Segurança dos EUA) e um mais inverosímil (novo Viagra no mercado).

Do total das mensagens lidas, 25% dos endereços eletrónicos são do Estado e 50%, de instituições privadas.

Além disso, “a Lei, não só não protege os cidadãos e as instituições dos ataques SPAM, como ainda pode eventualmente facilitar ataques informáticos de maior impacto, passíveis de gerar danos graves.
As conclusões são de um estudo, onde se defende que a legislação nacional não protege os cidadãos nem as instituições de fenómenos como o SPAM e das ameaças que representa.

Metade dos que abriram as mensagens falsas eram utilizadores empresariais em empresas privadas; 25% funcionários do Estado e e outros 25% utilizadores privados.

A pesquisa foi realizada a partir de uma simulação de um ataque SPAM, enviando 60 mil mensagens de correio eletrónico não solicitado.

Os restantes 25% são de endereços pessoais”, adianta o responsável da Dognaedis e especialista em segurança informática, Francisco Rente.

O sucesso do ataque simulado “foi equivalente aos objetivos máximos dos ataques reais de SPAM das campanhas de publicidade por e-mail – 10%.

O teste foi realizado recorrendo a duas mensagens de email focadas em assuntos da atualidade, as autárquicas e o caso Snowden, enquanto uma terceira anunciava um novo Viagra.
“O SPAM, só por si, não é o principal causador de danos, mas sim o veículo para que os ataques de maior impacto aconteçam – o SPAM é o ladrão que fica à porta”, alerta Francisco Rente, CEO da Dognaedis.

Os endereços que receberam as mensagens foram obtidos a partir de fontes públicas de informação.

A pesquisa é da autoria da Dognaedis, um spin-off da Universidade de Coimbra, que detalha as conclusões esta tarde na InfoSec Week, um evento organizado pela ShadowSec, que se insere no mês europeu da cibersegurança.

Os resultados revelaram facilidade em ultrapassar quase todas as barreiras de proteção e alerta.

As mensagens eletrónicas não desejadas podem ser bastante perigosas, já que são a porta de entrada para vírus e fraudes informáticas com possíveis consequências graves, refere a UC em comunicado.

 

Sente-se vulnerável aos ataques de SPAM ?

 

Deixe um comentário sobre esta vulnerabilidade spam …

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.