Disco com mais de 2TB – problemas com limitações

Recentemente discutia com alguns colegas sobre o facto do Windows 7 não reconhecer um disco com mais de 2TB de capacidade.

disco rigido mais 2tb

Vi também que muitos utilizadores na internet têm a mesma dúvida, por isso vou descrever o problema da forma correta e depois descrever quais as soluções.

Para começar não é o Sistema Operativo ou a BIOS que não reconhecem o disco com esse tamanho ou superiores, é a MBR.

O MBR ou Master Boot Record (também conhecido como pista zero) é o sector do disco rígido onde está a tabela de alocação do próprio disco. É também onde está guardado o tamanho das partições presentes. Esta parte do disco tem o tamanho de 4 bytes e como é hexadecimal o maior valor que podemos encontrar lá seria FF FF FF FF, que em denominação decimal seria 4294967295.

Como esse valor não está em bytes mas sim em sectores, multiplica-se 4294967295 por 512 (que é o tamanho de um sector) e consegue-se o valor de 2.199.023.255.040 bytes ou seja 2TB.

Dai o motivo da limitação dos 2TB dos disco rigidos.

Existe uma forma de resolver essa limitação? Sim!

É preciso criar partições e formatar o disco utilizando o GPT (GUID Partitioning Table) presente nos seguintes sistemas operativos:

Windows XP 64;
Windows 2003;
Windows Vista;
Windows 7;
Windows 2008;
OS X 10.4 ou superior;
Distribuições Linux (desde que habilitado previamente).

Os benefícios do GPT vão além dos 9.4 Zettabytes (9.4 milhões de TB). O GPT suporta 128 partições primárias (contra as 4 que usamos hoje em dia) e principalmente, redundância, já que o cabeçalho e a tabela de partição GPT estão guardados no inicio e no fim do disco rígido.

Infelizmente nem tudo são flores… praticamente nenhum dos SOs que usamos actualmente consegue arrancar (fazer boot) atraves de uma partição GPT de um disco rígido, sem usar algum tipo de modificação ou solução UEFI (Unified Extensible Firmware Interface).

Desenvolvido pela Intel para substituir a arcaica BIOS, a UEFI é um firmware muito mais rápido, prático (possui uma interface gráfica onde podemos usar o rato) e ainda é possível incluir ou não os drivers do hardware (e assim podem ser carregados de forma independente).

Além disso, ao contrário do Master boot record (MBR), o EFI adiciona suporte para uma tabela de partição GUID, que não sofre das mesmas limitações.

Concluimos assim que, é possível usar discos (partições) com mais de 2TB, porém não é possível arrancar sem termos uma motherboard com um firmware UEFI.

[youtube id=”YLwHKHqBitc” width=”600″ height=”350″]

Para ativar a UEFI:

    Durante a inicialização, pressione a tecla F2 para entrar na configuração do BIOS
    Vá ao menu de Inicialização/Arranque.
    Defina a inicialização/arranque UEFI como Activa.
    Pressione F10 para guardar e sair.

O que pensa desta limitação?

Tem outra forma de contornar o problema?

Conte-nos a sua experiência.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

3 thoughts on “Disco com mais de 2TB – problemas com limitações”

  1. Tenho uma board ASUS SABERTOOTH 990FX que já tem uma BIOS EFI e não vejo onde ou como se possa ultrapassar essa limitação dos 2TB.

    O artigo apresenta alguns conceitos interessantes, mas na minha opinião, não reponde à questão!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.