Deco Proteste vai reunir-se com o Facebook

deco-emprego-700x360

Este encontro surge depois da comunicação social ter divulgado que a rede social Facebook terá facilitado o acesso a dados privados de milhões de utilizares, que acabaram por ser utilizados para influenciar eleições presidenciais, nomeadamente.

“Confirmada a existência de utilizadores afetados nos seus países, estas organizações de consumidores pretendem com esta reunião exigir que o Facebook explique, que medidas irá tomar para eliminar as repercussões e os perigos aos utilizadores afetados”, diz a Deco Proteste em comunicado divulgado.

A associação de defesa dos direitos do consumidor defende que os utilizadores lesados sejam compensados por aquele utilização indevido dos dados e que, no futuro, seja garantida “a correta aplicação e o respeito pelos direitos” dos consumidores.

“Não aceitamos que a tecnologia criada para estender a liberdade, evolua para um sistema que coage e controla”, defende a Deco Proteste, alertando as autoridades nacionais e internacionais para a urgência de vigiar atentamente “as organizações que fazem da monetização dos dados dos consumidores o o seu negócio”.

Nesse sentido, a Deco Proteste diz ter criado chegar as suas preocupações à Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

O fundador do Facebook Mark Zuckerberg começa hoje a prestar esclarecimentos no Congresso dos Estados Unidos sobre o escândalo que envolve a obtenção de dados de utilizadores daquela reconhecida rede social pela consultora Cambridge Analytica.

Zuckerberg, que assume o cargo de presidente executivo da conhecida rede social, vai ser hoje ouvido na comissão de Justiça do Senado (câmara alta do Congresso). Na quarta-feira será a vez do fundador do Facebook prestar esclarecimentos na comissão de Comércio e de Energia da Câmara dos Representantes (câmara baixa do Congresso).

O Facebook está no centro duma polémica internacional associada com a empresa Cambridge Analytica, acusada de ter recuperado dados de milhões de utilizadores daquela rede social, sem o o seu consentimento, para elaborar um programa informático destinado a influenciar o voto dos eleitores, nomeadamente nas últimas eleições presidenciais norte-americanas, que ditaram a nomeação de Donald Trump para a Casa Branca, e no referendo sobre o ‘Brexit’ (processo de saída do Reino Unido da União Europeia).

Inicialmente foi avançado que o número de utilizadores afetado rondava os 50 milhões. Dias mais tarde, o Facebook admitiu que o número ascendia aos 87 milhões de utilizadores.

Na véspera do início destas audições no Congresso norte-americano, as agências internacionais citaram um texto no qual Mark Zuckerberg assume que foi um “erro privado” ao não ter criado o suficiente para combater os abusos que afetaram a rede social, lançada em 2004.

“Não fizemos o suficiente para impedir que estas ferramentas fossem mal usadas (…). Não tomámos uma medida suficientemente grande perante as nossas responsabilidades e foi um grande erro. Foi um erro meu e peço desculpa”, de acordo com o texto que Zuckerberg irá transmitir ao Congresso, citado pelas agências internacionais.

Na sequência deste escândalo, outros órgãos nacionais e internacionais solicitaram a presença de Mark Zuckerberg para prestar esclarecimentos. Foi o caso do Parlamento Europeu e do Parlamento do Reino Unido. Nos dois casos, o convite foi, até à data, recusado.

Na sexta-feira, a Comissão Europeia afirmou ter tido indicações do Facebook que dados de “até 2,7 milhões” de utilizadores daquela rede social a residir na União Europeia poderiam ter sido transmitidos de “forma inapropriada” à empresa britânica Cambridge Analytica.

Em Portugal, o número de utilizadores afetados poderá rondar os 63.080.

Fonte: Noticiasaominuto

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.