Conselho Europeu quer Internet livre

A instituição definiu um quadro de cooperação entre estados membros com o objectivo de garantir a liberdade de expressão e o acesso à informação entre os países membros, baseado na Internet.

O Comité de Ministros do Conselho da Europa adoptou duas recomendações e duas declarações apelando aos países membros para manterem a Internet livre, mesmo em casos de ataques e interrupções de serviço.

Numa recomendação sobre a protecção e a promoção da integridade, universalidade e abertura da Internet, o Comité de Ministros do Conselho da Europa definiu um quadro de cooperação entre estados-membros. Objectivo principal: preservar a integridade, estabilidade e abertura da Internet como meio de garantir a liberdade de expressão e o acesso à informação.

O Comité de Ministros apelou aos estados para desenvolverem políticas de prevenção e resposta conjunta aos ataques ou falhas capazes de afectar a Internet. As medidas a serem tomadas devem incluir planos, troca de informações e assistência mútua na prevenção e gestão de incidentes. Além disso, devem assegurar que os recursos críticos sejam geridos em rede com a preservação dos direitos humanos internacionais.

Em comunicado, o Comité de Ministros aprovou dez princípios para o governo da Internet a serem apoiados pelos estados membros do Conselho da Europa no desenvolvimento de políticas nacionais e internacionais relacionadas com a Internet. Os dez princípios compreendem: a protecção dos direitos humanos, a democracia e o estado de direito, o governo, a responsabilidade,o  governo multilateral, a protecção dos utilizadores de Internet, a universalidade, a integridade, a descentralização, as normas abertas, a interoperacionalidade de extremo a extremo e a diversidade cultural e linguística.

O Comité de Ministros recomendou que os estados adoptem também uma noção nova e mais ampla dos meios de comunicação. Devem reconhecer os direitos e responsabilidades previstas no artigo 10 da Convenção Europeia Direitos Humanos, às redes sociais, jogos online e sites de denúncia.

A recomendação oferece um conjunto de critérios a aplicar para dar uma resposta política diferenciada e gradual a diferentes actores. Essas orientações pressupõem o papel desses intervenientes na produção e difusão de informações, de conteúdo e a gestão de aplicações concebidas para facilitar a comunicação maciça, incluindo plataformas e aplicações para a construção de conteúdo baseado em experiências interactivas.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

3 thoughts on “Conselho Europeu quer Internet livre”

  1. Good posting. I had been examining constantly your blog that i’m amazed! Invaluable information in particular the concluding stage :) My partner and i manage such data lots. I was looking for this kind of facts for a long period. Thank you and best involving chance.

  2. Boa Tarde, Por esse meio, solicitamos que o responsável pelo vosso website remova imediatamente essa imagem associada a esse post e que é propriedade de nossa Empresa (INTERTEK EUROPE ™ – INTERNET SOLUTIONS ) e protegida por direitos reservados.
    Informamos que em momento algum fomos consultados sobre a utilização da nossa imagem de imarca e tal facto como deve calcular é anti-ético e punível por lei.
    Dessa forma, solicitamos a remoção imediata da imagem.
    Sem mais,
    INTERTEK EUROPE ™ – INTERNET SOLUTIONS

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.