Como saber porque o computador ficou lento

slow-computerEm momentos de desespero, certamente já se deparou com inúmeros programas que prometem deixar o seu computador como novo, e talvez até já tenha descarregado um para testar mas ficar decepcionado. Na grande maioria das vezes, esses programas não fazem o que prometem e podem até mesmo instalar malwares, que prejudicam ainda mais o desempenho do computador ou até mesmo podem por os seus dados pessoais em risco. Diante disso, a pergunta que se costuma fazer é esta: o que fazer quando o computador está lento? Como descobrir o que está a acontecer? E, mais importante ainda, como reparar o PC?

A pensar nisso a Microsoft desenvolveu o Monitor de Recursos e Desempenho, uma ferramenta que já vem embutida no Windows, mas que fica escondida nos confins do sistema operativo, pouco acessível para o utilizador comum. Apesar disso, essa valiosa ferramenta é capaz de gerar relatórios para informar o utilizador o que passa de errado com o seu computador, bem como sugerir as tarefas necessárias para poder corrigir os problemas.

Portanto, se o seu computador está lento, pesado, e a engasgar ou a bloquear sem mais nem menos, o Monitor de Recursos e Desempenho do Windows pode ajudar . Descubra como pode usá-lo e aproveitar os seus relatórios para deixar o seu computador como novo.
 

Como gerar relatórios

Através dos relatórios, o Monitor de Recursos e Desempenho indica o que está a funcionar correctamente e o que está a impedir o computador de funcionar melhor.

Para fazer com que a ferramenta analise o seu computador e gere um relatório basta pressionar as teclas WIN + R no teclado para abrir a caixa “Executar”. Depois digite o comando a seguir e pressione o botão “OK”:

perfmon /report

1

Depois, a janela do Monitor de Recursos e Desempenho aparece e começa a monitorizar o seu computador pelo período de 60 segundos. Em seguida ele gera o relatório de desempenho da sua máquina, indicando o que está a funcionar bem e o que merece a sua atenção.

2

Enquanto o Monitor de Recursos e Desempenho monitoriza o seu computador, continue a utiliza-lo normalmente para que o relatório gerado reflicta uma situação rotineira de utilização.

 

Entender o relatório gerado

Assim que a recolha terminar, será apresentado um relatório bastante detalhado, que mostra uma série de informações e sugestões de medidas a serem tomadas para corrigir o seu computador.

A primeira parte do diagnóstico contém uma secção de “Avisos” onde encontra informações relacionadas com o que existe de errado no seu sistema e as recomendações do que pode ser feito para corrigir essas falhas.

Por exemplo, a abaixo vemos que o Monitor de Desempenho identificou uma falha relacionada com um serviço, que provavelmente deixou de funcionar, e outra relacionada com o ficheiro log de eventos, que deixou de registar uma quantidade considerável de actividades do sistema operativo.

Nesses casos, há duas coisas que pode fazer.

A primeira é clicar no link ao lado de “Relacionado” para ver detalhes sobre problemas do mesmo tipo na documentação oficial da Microsoft.

A segunda, é clicar no link ao lado de “Sintoma” para ver mais detalhes sobre a referida falha técnica.

Esta última acção é a mais recomendável caso queira procurar uma solução por conta própria, já que os detalhes o ajudarão a encontrar informações específicas sobre aquele problema específico.

A parte superior do relatório apresenta os problemas identificados durante a monitorização e sugere as acções a serem tomadas para os corrigir.

Puxando o relatório mais para baixo, é possível ver a secção “Verificações Básicas do Sistema”. Se o seu computador estiver a funcionar adequadamente, verá uma bolinha verde na coluna “Resultado” com a informação de que “Passou” naquele teste em particular.

Esses testes contemplam desde o correto funcionamento dos seus discos rígidos até a verificação individual de cada um dos serviços em execução no seu sistema operativo. Caso haja algum problema, uma bolinha vermelha aparece ao lado do erro “Falhou”, e pode expandir a secção para averiguar qual o problema.

4

Nesta secção do relatório, é possível visualizar os diversos testes que foram executados durante a monitorização e em quais o seu computador passou e falhou.

Logo a seguir no separador “Visão Geral do Recurso” da secção “Desempenho” aparece informações sobre os recursos do seu computador estão sendo utilizados. Aqui, é importante ficar atento à carga de utilização da CPU, rede, disco rígido e, sobretudo, memória RAM. Caso perceba que um desses recursos está a ser muito utilizado, quando na verdade só está com o seu navegador aberto, isso pode ser um forte indício de que um software malicioso está a ser executado em segundo plano.

5

Na terceira parte do relatório, é possível averiguar como os recursos do computador estão a ser utilizados e se algo está fora do que é considerado normal.

Finalmente, o relatório conta com outras secções, que mostram informação bastante detalhada e técnica sobre o funcionamento do seu computador. A não ser que realmente queira mergulhar de cabeça nisso tudo, não será necessário pesquisar mais nessas secções, já que é possível ter uma boa noção sobre o que há de errado com a sua máquina na parte superior do relatório.

6

Há mais uma infinidade de secções que podem ser exploradas caso queira aprofundar os detalhes técnicos do funcionamento do seu computador

 

Exportar o relatório para visualização

Se não conseguir identificar nada de errado com o seu computador, uma boa dica é consultar por exemplo o www.informatico.pt ou recorrer a fóruns especializados em manutenção de computadores e remoção de malwares, onde os utilizadores se ajudam mutuamente a solucionar os problemas.

Nesses ambientes, é bastante comum pedirem para anexarmos um ficheiro de log e de diagnóstico para nos ajudarem a analisar o que está a acontecer com o computador e assim sugerir o que devemos fazer.

Por sorte, o Monitor de Recursos e Desempenho oferece a opção de exportar o relatório gerado para HTML. Para isso, basta clicar em “Ficheiro” e em “Salvar como…”. Na janela que se abrir, indique a pasta onde o ficheiro será guardado, e escolha um nome e clique em “Guardar”.

7

A ferramenta oferece a possibilidade de exportar o relatório em formato HTML para ser partilhado com técnicos e demais utilizadores.

Caso queira visualizar o seu próprio relatório posteriormente, basta aceder o Monitor de Recursos e Desempenho a partir da janela “Executar” digitando o comando a seguir:

perfmon

8

Na janela que se abre, na parte esquerda, siga pelo caminho “Relatórios”, “Sistema”, “System Diagnostics” e escolha o relatório que deseja visualizar.

9

O relatório gerado é guardado automaticamente para visualização posterior a partir do Monitor de Desempenho

Como pôde ver, esta ferramenta certamente não ajuda a solucionar todos os problemas do seu computador, mas é um bom ponto de partida para que saiba se existe alguma coisa errada e que providências podem ser tomadas.

Com as informações obtidas no Monitor de Recursos e Desempenho, o utilizador poderá procurar por soluções para problemas específicos, sem se por a adivinhar ou ter medo de errar.

O que achou desta ferramenta?

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
Whatsapp Viber Telegram Ligar Agora Skype Enviar SMS

Bem Vindo!

Ao clicar em ENTRAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.

ajudar-informatico-pt

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo, brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato

Registar

Ao clicar em REGISTAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.