Como navegar na Internet em proteção?

A capacidade de navegar anonimamente está pensada para garantir a proteção do utilizador, já que ninguém pode aceder aos seus dados privados. Ninguém sabe quem somos, de onde nos estamos a ligar, nem o lugar para onde queremos ir. Esse é o objectivo do TOR. Como navegar na Internet em proteção? 1

A Deep Web ou Web Oculta não tem uma boa reputação. Quando surge na comunicação social é normalmente sob a forma de manchetes sensacionalistas, digitadas na maioria dos casos por pessoas que não estão familiarizadas com a questão e onde se fala de venda de armas, drogas ou redes terroristas. Embora isso não seja verdade, a web oculta é pintada como o oitavo círculo do Inferno de Dante. E claro, faz falta um Virgílio digital para entrar num lugar presumidamente tão inseguro. O curioso é que o guia para o Inferno, o denominado projecto TOR – a rede de comunicações para aceder à internet oculta – tem como “sponsors” organizações como a Google e organizações de prestígio como a Universidade de Cambridge ou o Human Rights Watch a apoiá-lo. Porque a principal característica da web oculta não é o que lá se pode encontrar, mas o facto de lá se entrar em condições de absoluto anonimato: ninguém sabe quem somos, de onde nos estamos a ligar nem o lugar para onde queremos ir. Esse objectivo – o de tornar o utilizador invisível e eliminar o o seu percurso – é o objectivo do TOR.

O projecto TOR (acrónimo de The Onion Router) foi criado por Roger Dingledine, Nick Mathewson e Paul Syverson e publicado pelo Laboratório de Investigação Naval dos Estados Unidos, em 2003. Era um projecto militar nas mãos dos serviços secretos para navegar na Internet sem ser identificado.

A revista Rolling Stone, num artigo astutamente intitulado com um chamativo “procurando camelos, traficantes de armas e dissidentes políticos”, assinalava o paradoxo de que o Departamento de Defesa estava a perseguir actividades efetuadas graças a uma ideia financiada sobretudo por eles. Porque na realidade a web oculta não é a versão online dum bairro de San Salvador cheio de marginais. A capacidade de navegar anonimamente não está pensada para cometer crimes (nem é usada maioritariamente para tal), mas para garantir a proteção do utilizador, já que ninguém pode aceder (a menos que o permita) aos seus dados privados.

Actualmente, o TOR, que é programado com free programa informático, é sustentado pelo trabalho de voluntários e financiado através de doações. Tem acima de dois milhões e meio de utilizadores, incluindo jornalistas, activistas e cidadãos de países com governos ditatoriais que precisam de evitar a censura, mas também tem pessoas comuns que escolhem este sistema para evitar que sejam geolocalizadas. Apesar dos altos níveis de proteção do TOR, o próprio Nick Mathewson, um dos seus criadores, crê que a invisibilidade completa não é tão fácil de conseguir e insiste na urgência de utilizar sistemas mais seguros e de nos consciencializarmos de que somos os principais interessados em preservar os nossos dados privados. Só assim a Internet será um lugar melhor. E dá algumas ajudas para o fazer: “encriptar o disco rígido, encriptar o telefone, não utilizar as redes sociais para nada importante e utilizar ferramentas como o TOR para navegar na Internet”.

Texto: José L. Álvarez Cedena

Fonte: Geralforum

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos

RECEBER GRÁTIS:

DEIXAR COMENTÁRIO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.
Whatsapp Viber Telegram Ligar Agora Skype Enviar SMS

Bem Vindo!

Ao clicar em ENTRAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.

ajudar-informatico-pt

Mantenha-se Informado!

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo, brindes, ofertas e promoções…

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email
Share on linkedin

Formulário Agendamento

assistencia ao domicilio

Formulário Contato

formulario de contato

Registar

Ao clicar em REGISTAR, declara que leu e que aceita a nossa Política de Privacidade.