Cloud: empresas adotam IaaS para inovar

De acordo com a Oracle, dois terços das empresas inquiridas (66%) revelaram que já estão a utilizar o IaaS de alguma forma e que este contribui para facilitar a inovação. O mesmo número de inquiridos adiantou que a migração para o IaaS permitiu encurtar significativamente o tempo de disponibilização das novas aplicações ou/e serviços. Adicionalmente, 64% afirmou que o IaaS contribuiu para reduzir os atuais custos de manutenção de forma muito substancial e 59% dos inquiridos acredita que as empresas que não investem em IaaS cada vez se debatem com maiores dificuldades para conseguirem acompanhar o ritmo diário que é exigido pelo mundo empresarial.

O estudo também revela que os utilizadores que já experimentaram o IaaS estão duas vezes mais inclinados a acreditar que este pode oferecer níveis de desempenho de topo no que diz respeito à disponibilidade, ao tempo de atividade e à velocidade, do que os inquiridos que nunca o utilizaram. Ainda que alguns receiem que a migração para o IaaS possa ser complicada, 64% dos utilizadores que já experimentou o IaaS referem que a transição foi bem mais fácil do que esperado.

A maioria dos inquiridos está de acordo no que diz respeito ao papel fulcral que o IaaS irá ter dentro de 3 anos: 44% revela que irá operar a totalidade ou a maioria das suas infraestruturas de TI dos seus negócios em IaaS. Apenas 10% dos inquiridos afirmou acreditar que o IaaS irá ter papel diminuto ou nulo no seu negócio dentro de 3 anos.

“Na adoção da cloud sempre houve um desfasamento entre as perceções e a realidade. A cloud continua a ser algo relativamente desconhecido para a maioria das empresas e por isso continua a haver algumas perceções totalmente ultrapassadas sobre este novo paradigma. Em simultâneo, as empresas que enveredaram pela adoção do IaaS testemunham elevados níveis de satisfação e sucesso, estão a alcançar poupanças muito significativas, a reduzir a complexidade das TI e tornaram-se capazes de imprimir um novo impulso à inovação nos seus negócios. Os resistentes à adoção precisam de desafiar as falsas perceções que os paralisam porque quanto mais tempo deixam passar mais são ultrapassados pelos seus concorrentes que já o fizeram”, revela Hugo Abreu, country manager da Oracle Portugal.

Fonte: ITinsight

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.