Cientistas criam IA que se replica com base na seleção natural

Investigadores do Canadá publicaram um estudo no qual explicam como conseguiram construir um sistema de inteligência virtual auto-replicante.

Normalmente, a criação de sistemas de inteligência artificial envolve a construção de camadas duma rede neural e a orientação do o seu desenvolvimento para a aprendizagem da máquina .

Mas essa verdade não se aplica aos investigadores Oscar Chang e Hod Lipson, da Universidade de Columbia, no Canadá, que publicaram em março o estudo intitulado “Neural network Quine”, no arXiv. No documento, a dupla explica como conseguiu construir um sistema de inteligência artifical auto-replicante .

Em entrevista, Chang afirmou que a “principal motivação aqui é que os agentes da Inteligência Artificial ​​são alimentados por deep learning , além dum mecanismo de auto-replicação que possibilita que a seleção natural darwiniana ocorra, de modo que uma população de agentes da IA ​​possa se aperfeiçoar simplesmente através da seleção natural – exatamente como na natureza “.

Utilizando o que as inteligências artificiais fazem de melhor – a análise de dados em busca de padrões -, essas redes neurais auto-replicantes podem se aperfeiçoar de milhões de formas distintas. Criando novas versões de si mesma , essa IA pode determinar o o seu próprio aumento, prevendo como será no futuro, após aprender novas dados.

Claro que isso nos leva de modo direto ao maior medo que o debate sobre as IAs traz: a oportunidade de, com a replicação de si mesma, a mente robótica tornar-se resistente ao domínio humano.

Ao menos em teoria, os humanos poderiam falhar em excluir todo o programa, que se podia armazenar numa nuvem segura, e trazer todo o sistema de volta à rede numa questão de segundos.

Entretanto, os cientistas garantem que não há razões para temer uma revolta ciborgue. Até porque, o desempenho do sistema capaz de auto-replicação é curiosamente mais baixo que os das IAs tradicionais . Em tarefas como reconhecimentos de imagem, as inteligências tradicionais conseguem resultados próximos de 100%, enquanto o sistema de IA capaz de auto-réplica apresenta rendimento cerca de 10% menor.

Sobre isso, Chang comentou: “ Não é totalmente claro por que isso acontece . Mas notamos que isso é semelhante ao balanço criado entre a reprodução e outras tarefas na natureza. Por exemplo, as nossas hormonas ajudam-nos a adaptarmo-nos ao nosso ambiente e em tempos de escassez de alimentos, o nosso impulso sexual é regulado para priorizar a sobrevivência sobre a reprodução “.

Ainda há muito trabalho a ser criado antes de esse modelo de IA estar pronto para ser usado, com certeza. Os estudos da dupla de Columbia estão simplesmente no começo.

Mas dá um frio na barriga imaginar um futuro onde as inteligências artificiais têm o poder de criar outras inteligências artificiais e aprimorá-las para melhor se adaptarem às regras do jogo que nós também jogamos, não é?

Fonte: ZAP

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.