Cérebro voador ajuda astronautas na Estação Espacial

A equipa da Estação Espacial Internacional vai vencer brevemente um novo membro – que chega para ajudar e animar os astronautas e cientistas que ali vivem e trabalham.

Chama-se CIMON, Crew Interactive Mobile Companion , e é uma impressão em 3D de metal e plástico descrito pelos seus criadores como um “cérebro voador”.

O CIMON é fruto dos esforços conjuntos da Airbus e IBM, e funciona com inteligência artificial. O o seu corpo esférico é autónomo e pode “flutuar” no ambiente de microgravidade da estação espacial. Tem um ecrã que pode mostrar dados necessários ao trabalho dos astronautas, ou apenas um rosto simpático.

Esta será a primeira missão de I.A. na EEI, e poderá ajudar a equipa a solucionar problemas durante o trabalho de rotina, analisando e mostrando dados úteis. Mas a rede neuronal do CIMON pode mesmo dar um passo de gigante em frente e funcionar também como um amigo aos astronautas .

O CIMON, que pesa 5 quilos, está a ser treinado pelo astronauta Alexander Gerst , da Agência Espacial Europeia, que esteve em missão na EEI entre maio e novembro de 2014. Gerst deverá voltar para a estação com CIMON em outubro de 2018.

O sistema começou a ser criado em 2016 por uma equipa de 50 técnicos da Airbus e da IBM. Desde logo, tem sido alimentado com dados sobre a EEI, para que consiga orientar-se e mover-se de forma livre na estação, e tem aprendido a conhecer melhor o o seu companheiro astronauta, através de fotografias e amostras de voz.

Assim que o CIMON estiver no espaço, deverá interagir com os astronautas numa série de tarefas, que vão desde trabalhar com cristais a solucionar um cubo mágico . Numa das suas missões irá funcionar como câmara de filmar numa experiência médica.

Esperamos simplesmente que o CIMON seja mais similar com um tamagotchi sofisticado e útil, do que com HAL 9000, o PC I.A . de 2001, uma Odisseia no Espaço – até porque, contou um dia Arthur C. Clarke, as iniciais do famigerado PC foram escolhidas por serem as três letras imediatamente antes de I, B e M.

I’m sorry, Dave. I’m afraid I can’t do that.

Fonte: ZAP

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.