Cada vez se compram menos videojogos

No passado mês de Junho o mercado de jogos gerou menos 10 por cento de receitas que no mesmo período do ano passado, num total de 1,03 mil milhões de dólares, que inclui vendas de hardware, software e acessórios.

Embora em queda face ao período homólogo, a performance do mercado de jogos nos Estados Unidos – região visada pelo estudo da NPD -, não é tão má como em Maio, o pior mês dos últimos cinco anos. Conclui-se assim que cada vez se vendem menos videojogos.

Analisando as duas componentes que contribuem para os números, foi do lado do software que as vendas caíram mais, 12 por cento. No hardware, a tendência também é de queda, mas ficou pelos 9 por cento.

No que se refere às vendas de consolas os números das fabricantes indicam que a Microsoft vendeu em Junho 507 mil unidades da sua Xbox 360, mais 39 por cento que no mesmo mês do ano anterior.

A Nintendo garante que comercializou 273 mil unidades da Wii, 360 mil Nintendo DS e 143 mil Nintendo 3DS. A Sony não revelou números para o mês de Junho.

Vale pena sublinhar em relação aos dados apurados pela NPD que a consultora não têm em linha de conta as vendas de jogos online, uma falha que tem sido criticada pelo sector. Segundo alguns analistas as vendas de jogos online podem pesar já qualquer coisa como 40 por cento nas vendas de software de jogos.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.