Atenção: decoberto novo virus do Facebook

A criminalidade está a aumentar, principalmente a praticada através  da Internet. Nos últimos tempos, são muitas as noticias que têm sido publicadas e que dão conta da prática de crimes praticados no mundo online..

São usados todos o meios ao alcance dos criminosos onde o alvo principal é a banca online mas o engodo começa nos mais ingenuos serviços que podem fazer parte das rotinas sociais dos utilizadores. Um dos mais recentes iscos chama-se If I Die e chega ao utilizador na forma de uma aplicação do Facebook, infectando as máquinas dos utilizadores mais incautos.

Os utilizadores recebem um e-mail no qual  lhes é oferecido a possibilidade de descarregar uma aplicação para o Facebook chamada “If I die” que permite deixar uma mensagem para os seus seres queridos para que o oiçam depois da sua morte.

Contudo, se os utlizadores descarregarem o ficheiro em anexo que está no e-mail, o que provavelmente morrerá será o seu computador, já que será vítima de um ataque combinado que inclui uma infecção de um keylogger e um backdoor.

O primeiro encarregar-se-á de roubar todas as palavras-passe que o utilizador introduza no seu computador, passando-as depois ao criador do malware para que possa aceder a contas bancárias, correio electrónico, página do Facebook, etc. do utilizador infectado.

O backdoor, por seu lado, abre uma porta no equipamento e permite ao ciber-criminoso tomar o controlo do mesmo, permitindo-lhe utilizá-lo com fins maliciosos e, inclusive, tirar fotografias através da webcam se o equipamento tiver uma instalada.

Finalmente, um terceiro componente descarrega no equipamento um falso ecrã do jogo online Steam com o intuito de, se o utilizador tiver conta neste jogo, roubar-lhe também as chaves de acesso.

“Este ataque combinado é muito perigoso já que deixa toda a informação do utilizador ao alcance da mão dos “ciberdelinquentes”, de maneira a que estes possam aceder à suas contas, roubar a sua identidade, roubar dinheiro, etc.”, explica Jocelyn Otero Ovalle, Directora de Marketing da BitDefender para Espanha e Portugal, adicionando: “o mais curioso é que os ciberdelinquentes elegeram como isco uma aplicação que existe na realidade. Seguramente para se aproveitarem da sua popularidade.”

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.