Aplicação portuguesa acaba com distrações

A Tiger Equipa é uma startup de origem portuguesa que tem como principal objetivo promover a concentração durante o horário de trabalho ou nos estudos, e evitar a utilização do smartphone e de media sociais nesses períodos. Foi fundada por dois jovens estudantes que participaram na última edição do programa de empreendedorismo da European Innovation Academy, em Cascais, no verão passado.

Os dois jovens desenvolveram uma aplicação que ajuda a bloquear distrações e promove a concentração, através dum processo de gamificação que utiliza técnicas de gestão de tempo, como a ‘Pomodoro Technique’, para que as pessoas consigam trabalhar ou estudar melhor.

Os jovens fundadores da startup, Johnny Cartucho e Adam O’Neill, conheceram-se o ano passado, quando ambos participaram na última edição do programa de empreendedorismo da European Innovation Academy, em Cascais. Durante 15 dias tiveram a possibilidade de, em conjunto com identificados mentores, desenvolver a ideia de negócio que hoje é uma startup que em simplesmente sete meses já foi selecionada pela Beta-i para o ‘The Lisbon Challenge’ e angariou um financiamento de dez mil euros.

“Este projeto apareceu duma urgência nossa de concentração durante os estudos, dado que fazemos parte duma geração que utiliza o smartphone de forma quase compulsiva e não intencional. Sabemos que quando o nosso trabalho é interrompido para verificarmos o smartphone, o desempenho cognitivo é reduzido em ao menos 20%. A Tiger Timer ajuda os utilizadores a aumentar a atenção, para que consigam ser mais produtivas no mesmo período de tempo”, explica Johnny Cartucho, co-fundador da Tiger Equipa.

A primeira fase da aplicação Tiger Equipa está pronta para ser lançada no mercado. Os promotores deste projeto pretendem que numa segunda fase o processo de gamificação possibilite a interação com outros utilizadores num ranking e, no futuro, a cooperação com marcas permita a troca de pontos por recompensas (produtos ou serviços).

“Conhecemo-nos no programa da European Innovation Academy, onde o nosso sentido de empreendedorismo foi fomentado, e nos motivou a dar seguimento a esta ideia e a pesquisar financiamento. No programa tivemos acesso a uma vasta rede de pessoas, o que potenciou reuniões importantes para futuras colaborações, e nos ajudou também na preparação da candidatura aos Lisbon Challenge”, explica ainda Adam O’Neill, co-fundador do projeto.

Fonte: BIT

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[0 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.