Anacom acaba com operador ilegal telecomunicações

Anacom por causa de uma denúncia que terá partido da PT investiga uma rede ilegal de telecomunicações que operava em Portugal.

20110617-141722-g

Internet e televisão por cabo a preços reduzidos sem contrato, ou factura terá conquistado centenas de clientes.

Casas, cafés e outros estabelecimentos públicos dos concelhos de Vila Nova de Paiva, Viseu e Moimenta da Beira adquiriam o serviço de comunicações mediante o qual pagavam 15 euros só pelo serviço de Internet acrescido de 10 euros para a televisão por cabo cujo serviço incluía os canais pagos.

Anacom está a dirigir uma operação de desmantelamento de uma rede ilegal de telecomunicações que operava nos concelhos de Viseu, Moimenta da Beira e Vila Nova de Paiva, segundo a TSF.

O operador não licenciado distribuía televisão por cabo e internet através de infra-estruturas de outras empresas de telecomunicações.

Segundo avança a TSF, o operador pirata fazia uso do cabo de fibra ótica da PT para distribuir os serviços e não passava qualquer tipo de comprovativo ou fatura pelos pagamentos recebidos.

As forças de segurança em conjunto com técnicos da Portugal Telecom e da Anacom já identificaram o cabo que sustentava o fornecimento do sinal e estão a seguir as ramificações do mesmo.

Depois procedem à apreensão de antenas, routers e descodificadores mediante a apresentação de um mandado judicial.

Os preços praticados eram de 15 euros pelo serviço de Internet a que acresciam 10 euros pela televisão por cabo, segundo a TSF.

A operadora não fazia qualquer contrato nem emitia facturas.

O número de clientes terá chegado às centenas.

A denúncia terá partido da Portugal Telecom, que detém a concessão do serviço público telefónico.

Os técnicos da empresa ter-se-ão apercebido do sinal que era distribuído através de fibra óptica e de uma rede sem fios.

O proprietário da rede ilegal está detido para interrogatório e toda a situação apanhou a população desprevenida tal como registou a TSF.

Anacom regula e supervisiona o sector das comunicações eletrónicas e postais em Portugal, assegurando a representação nacional nos diversos fora internacionais relevantes.

Anacom promove a concorrência e defende os interesses dos cidadãos, garantindo a prestação de informações claras e a transparência nas tarifas e nas condições de utilização dos serviços.

 

Anacom visa também o desenvolvimento dos mercados e das redes de comunicações.

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

Inscreva-se e Receba Grátis:

  • Últimas Notícias sobre Tecnologia
  • Promoções de produtos e serviços
  • Ofertas e Sorteios de equipamentos
Avaliar Artigo:
[5 Estrelas]

DEIXAR COMENTÁRIO:

0 thoughts on “Anacom acaba com operador ilegal telecomunicações”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Categorias:

PROBLEMAS INFORMÁTICOS?
Escolha aqui um serviço!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização. Pode consultar mais informação no Centro de Privacidade.